Nosso Lugar | Tabata Amaral


Tabata Amaral tem apenas 26 anos e foi a segunda deputada mais votada nas eleições de 2018. Astrofísica e cientista política formada em Harvard, é um outlier do retrato dos jovens das periferias brasileiras. Sua origem nordestina, seu ativismo pela educação e seu currículo impecável são apenas alguns dos diferenciais desse ícone político brasileiro. Apesar das controvérsias nas votações da Reforma da Previdência no ano passado, é impossível negar a sensatez e a capacidade absurda de Tabata em tudo que ela se propõe a fazer.

Com caráter autobiográfico, Nosso Lugar começa pela infância de Tabata no bairro Vila Missionária na capital paulista. Apesar das inúmeras dificuldades e problemas familiares, a postura perseverante e otimista a levam a lugares inimagináveis, como ao renomado colégio Etapa e posteriormente, a olimpíadas internacionais de conhecimento. Como resultado inevitável de suas conquistas, a jovem foi aprovada em nove universidades estrangeiras e escolheu Harvard, onde mesmo com a paixão por Astrofísica, decidiu especializar-se em Ciência Política.

Os anos em Harvard, a trajetória internacional, o ativismo pela educação são pilares que levaram Tabata à política. Em certo trecho, ela narra que nada melhor que alguém capacitado para tomar os cargos políticos do Brasil, representativos ou não. E quem melhor que um graduado em Harvard para ocupar esse lugar?

A doçura na escrita dos momentos mais difíceis e o agradecimento constante a todos que a apoiaram certamente fará qualquer leitor admirá-la além de seus feitos públicos. Tabata é uma mulher de coração gigante que sonha em entregar educação de qualidade a todos, como ela teve acesso apenas devido a bolsas estudantis.

Dentre as três partes principais do livro, existe a que descreve o período eleitoral. Repleto de autos e baixos, ao final, a deputada federal deixa dicas para mulheres que desejam ingressar na política brasileira. Desde conselhos de confiança e crença pessoal, existem passagens pragmáticas que ensinam jovens desafortunados a bancarem suas campanhas de forma justa e legal.

Em apenas 133 páginas, em uma narrativa acelerada com tom de conversa, a jovem da periferia mostra como alcançou grandes feitos em Brasília e como segue lutando pelo direito das minorias e da educação universal nacional. É inspirador, revigorante, engraçado e triste. E certamente uma autobiografia que mudará os rumos da minha própria história.

Título Original: Nosso Lugar ✦ Autora: Tabata Amaral
Páginas: 133 ✦ Editora: Companhia das Letras
Livro recebido em parceria com a editora

Postar um comentário

18 Comentários

  1. Que legal saber que tem tantas pessoas capazes nesse mundo né?! Capazes de fazerem o que sonham, de fazerem diferença, de correrem atrás do que é certo! Não sou muito de ler autobiografia, mas reconheço que algumas histórias mexem com a gente e nos fazem encarar a vida com um olhar diferente. Ver uma mulher tão nova e com tantas conquistas é estimulador!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Aquele livro curtinho,mas que traz uma carga de sentimentos enorme!!Eu ainda não li o livro da autora, mas já li muitas reportagens com a mulher Tabata!
    Por isso, adorei ler a resenha aqui e ver que mesmo no meio do crescer na dor, há uma leveza e poesia em tudo, até na luta!!!
    A gente vive precisando de exemplos de pessoas que lutam pelos que mais precisam né??
    Acredito ser essa mulher um exemplo!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mylane
    Um livro curtinho que deve ser apreciado em pequenas doses, que trás um conteúdo inspirador.
    Espero que Tabata consiga muito pela nossa educação, o Brasil é um país que precisa melhorar na educação. Dando mais oportunidades para todos que querem estudar mais não tem incentivo ou condições.
    Vai para a lista de desejos, quero poder ler. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Conheci um pouco mais da Tabata no programa Provocações. É uma trajetória realmente muito significativa, mas, a votação na reforma da previdência evidencia uma falta de preocupação e olhar para os mais pobres e isso, felizmente, pesa muito pra mim pra apoiar ou não um político. Existem outras votações e controvérsias sobre ela também, mas enfim, pra quem quer conhecer um pouco, o livro parece ser bom. Apenas um adendo: as capas que imitam bastante o livro da Djamila Ribeiro, Pequeno Manual Antiracista, me geram uma certa preocupação, da primeira vez que vi essa capa, achei que era algo da Djamila, inclusive, e quase me interessei em comprar haushaus' Mas percebi que é uma linha editorial né. Enfim.

    https://monautrecote.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Tabata escolheu uma carreira complicada, difícil e ainda machista... onde ela tem e terá que lutar muito para deixar seu nome marcado positivamente.
    Mas mesmo com essas dificuldades, estou feliz que ela esteja lá lutando pelo povo e em busca de uma educação melhor para todos.

    ResponderExcluir
  6. Não conheço a história da Tabata a fundo, só um pouco das coisas que estavam no primeiro parágrafo da resenha eu já sabia. Ela parece ser mesmo uma mulher incrível e extremamente importante por dar bons exemplos e incentivos à nós mulheres na política.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Mylane!
    Gosto muito de biografias, ainda mais quando são de pessoas inspiradoras como a Tabata.
    Maridão gosta muito de política e por influência dele, fico acompanhaando a tragetória de determinados políticos que valem a pena, como a autora e tem mesmo uma história de vida inspiradora.
    Desejo cada vez mais sucesso para ela.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Sinto que preciso ler mais biografias/autobiografias.
    Interessante esse livro, a história e a maneira como Tabata parece contar sua história é bem instigante. Gostei dessa doçura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. que otimo poder conhecer pessoas assim ,que passam uma mensagem de otimismo e esperança de que podemos sim ser pessoas firmes dedicadas e que só quem luta de fato pelos seus sonhos é capaz de realiza-los
    deve ser uma biografia bem inspiradora .

    ResponderExcluir
  10. Olá! É sempre muito bacana acompanhar a trajetória de alguém que batalhou (e venceu) tanto para chegar onde está, e que luta para que mais pessoas tenham essa oportunidade.

    ResponderExcluir
  11. Lendo sua resenha, vejo que o livro é ótimo para servir de inspiração para tantas pessoas. Apesar de curto, percebo que ele é carregado de batalha durante toda a trajetoria da vida dela. Porém, parei de gostar dela desde que ela votou a favor da Reforma da Previdencia, pois ela conseguiu se contradizer na própria luta dela.

    ResponderExcluir
  12. Oi My,
    Como sou uma pessoa que vive fugindo da política ao menos que seja forçada a encarar a situação, quase sempre fico por fora nos nomes que pelo meio se destacam. Por isso, essa a primeira vez que leio o nome Tabata Amaral e de cara não há como não ficar admirada com seus feitos. Mas nem só de um bom currículo se constrói um cidadão e Tabata é um bom exemplo disso que pelo pouco que li a presentado na resenha, tem uma história de vida digna de um brasileiro honesto e humilde. Como nossa política é sempre cheia de homens nos cargos fico muito admirada e feliz de ver uma mulher em meio a tudo isso, principalmente, por esta trazer tão boa representatividade. Para jovens que estejam pensando em tomar esse rumo para suas vidas profissionais está aí um ótimo exemplo, algo real, difícil, mas não impossível de ser alcançado.

    ResponderExcluir
  13. Conheço um pouco da história da Tabata e mostra uma jovem batalhadora e de família simples que conquistou sei lugar no mundo. Gostaria de ler esse livro, mesmo não sendo meu estilo, creio que é bem válido apreciar a mensagem qie ela quer passar.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Mylane!
    Não curto livros com caráter autobiográfico, e confesso que não sou muito ligada em política, não conheço a Tabata Amaral - lendo seu nome não me vem uma imagem dela na minha cabeça... - mas achei muito bacana a trajetória de vida dela e vou dá uma pesquisada sobre ela, lendo seu post achei admirável essa mulher determinada, é de pessoas como ela que necessitamos na política do nosso país... E quem sabe depois disso eu acabe me empolgando para ler Nosso Lugar?! Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Não é lá meu tipo de livro,mas achei interessante por dar uma visão mais ampla dela, que só conheço de nome e por ver aparecer por aí vira e mexe. Conhecer melhor assim é um jeito interessante. Ter essa visão da pessoa e da história e ver como é hoje, o papel que representa e etc, é uma coisa válida. Um jeito diferente de saber mais dela.

    ResponderExcluir
  16. Oi My!
    Acredita que eu não fazia ideia de que a Tabata tinha esse livro? Acompanho um pouco das coisas dela nas redes sociais - mais pelo que amigos compartilham, na verdade.
    Mas acho que também não faz muito meu estilo de leitura...
    Os Delírios Literários de Lex
    Participe do Top Comentarista de Agosto!

    ResponderExcluir
  17. Oii!
    Não sou muito fã de politica porque sempre que leio algo relacionando acabo ficando com raiva pela situação que temos no Pais. Também não sou muito de ler biografia mas essa parece ser muito interessante.

    Blog: Tempos Literários

    ResponderExcluir
  18. Oi, My
    Não conhecia o livro, mas, certamente a história da Tabata é muito interessante e de muitas lutas.
    Fiquei curiosa para ler. Não curto muito biografias, mas essa parece ótima.
    Vai pra lista!
    Bjs

    ResponderExcluir