Árvore dos Desejos | Katherine Applegate


Red é um carvalho-vermelho-americano de duzentos e dezesseis anéis de idade que não sabe contar piadas, mas conta ótimas histórias. Além de já ter visto várias e várias coisas nos seus muitos anos de vida, é a árvore dos desejos do bairro. Em todos os anos, no dia 1º de maio, pessoas de vários lugares visitam a árvore e amarram em seus galhos qualquer coisa em que possam escrever os maiores anseios dos seus corações. 

Quando, no meio da noite, Samar — filha de um casal de refugiados que veio morar na vizinhança — faz um pedido solitário para Red, a árvore percebe que talvez tenha chegado a hora de realmente fazer algo para ajudar. Assim, com a ajuda dos seus inquilinos, que são vários bichinhos fofos que vivem em seus galhos e ocos, Red tenta a todo custo realizar o desejo mais profundo da garotinha.

É uma tremenda dádiva amar ser quem você é.

Árvore dos Desejos veio como brinde extra na caixinha de aniversário de dois anos do clube Intrínsecos. Assim que botei meus olhos nele, soube que ia amar a história. Eu sou perdidamente apaixonada por livros infantis por causa das mensagens que eles passam, mas essa obra veio com algo a mais, uma atmosfera de contos de fada que é extremamente perfeita e bem-vinda, do tipo que deixa o coração da gente quentinho. 

Apesar da trama simples, característica que é clara em livros infantis, essa história dá uma aula sobre empatia a partir da personagem Samar, que é refugiada — e provavelmente muçulmana, analisando a partir da descrição das vestimentas da mãe — e não é muito bem aceita pela comunidade. Não consigo imaginar o quão horrível deve ser sair do seu país de origem por medo e continuar sofrendo constantes ameaças independente do local onde vive, sabem? Para mim também é inconcebível saber que as pessoas julgam pela religião ou país de origem...

Queria dizer que amizade não tem que ser complicada. Que às vezes nós é que permitimos que o mundo a transforme em uma coisa difícil.

Porém, mais que empatia, Árvore dos Desejos fala sobre amizades. Uma árvore e os animais que vivem nela... Duas crianças que não estão nem aí para os preconceitos dos adultos... A pureza desse laço... É difícil explicar, mas a escrita Katherine Applegate, que é delicadíssima, nos transporta para dentro da história de forma tão mágica que parece que a gente tá ali, vendo tudo de dentro de uma das casas da vizinhança e se deliciando com os sentimentos.

A edição da Intrínseca é um espetáculo a parte, com direito a capa que brilha e ilustrações magníficas de Charles Santoso, tudo o que a gente gosta, né? Mas é claro que o que ganhou o meu coração, de fato, além de todos os pontos positivos citados nos parágrafos anteriores, foi a metáfora por trás da árvore dos desejos: nunca esquecer dos nossos sonhos, nunca perder a esperança de que um dia eles se realizarão.

Título Original: Wishtree ✦ Autora: Katherine Applegate
Tradução: Thaís Paiva Páginas: 320 ✦ Editora: Intrínseca
Livro recebido em parceria com a editora

Postar um comentário

11 Comentários

  1. Aimeudeuso!!!!! Pode amar mesmo sem ter lido???? Porque é assim que me sinto, depois de ler sua resenha, Ana.
    Amo "livros infantis"!!! Sempre ensinam muita coisa pra gente grande não é???
    @ Intrínseca libera a venda pros pobres mortais não Intrínsecos logooooo. Rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana! Você viu que eu fiquei louca nesse livro né? Estou esperando se a Intrínseca vai lançar ou não porque queria muito ler. Geralmente não gosto muito de livros com personagens muito jovens, mas eu gostei muito dos temas abordados e é o tipo de obra que aquece nossos corações. Sem contar essa edição lindíssima!
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que história mais bonitinha! Acho que os livros infantis são os que mais nos emocionam e trazem uma lição que deixa o coração muito feliz ne?
    Essas críticas acabam sendo mais recebidas quando contadas pela visão de uma criança, acho que vale muito a pena fazer leituras desse tipo. A edição do livro tá a coisa mais linda mesmo!
    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Desde que começaram a pipoca no universo literário esse super presente na caixinha de sonhos da Intrínseca, eu já sabia que seria um livro que mexeria com os sentimentos.
    Também gosto muito dessa pegada de livros mais infantis, juvenis, pelas lições que nos apresentam e preciso muito conhecer essa árvore!!!
    A capa, diagramação, é tudo lindo demais!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  5. Resolvi assinar o clube esse ano, e não me arrependi. Foi maravilhoso receber essa caixa linda com esse presente incrível.
    A capa é belíssima! As páginas amareladas, ilustrações, a diagramação tudo perfeito.
    Não li, mas depois de ler sua resenha sei que estou perdendo tempo. Vou ler nessa semana, amo livros infantis.
    A autora abordou temas importantes de uma maneira simples que mostra como as crianças em sua essência nãosão preconceituosas, e sim o meio em que vivem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Se a árvore viu que finalmente era hora de ajudar, então significa que antes ela não atendia os pedidos dos outros, certo? Curioso e, por outro lado, especial. Apesar de ter árvores e bichinhos falantes, não tinha me tocado que era um livro infantil haha mesmo assim, parece ser muito fofo e bom.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ana!
    É bem como disse mesmo: os livros infantis trazem histórias que enchem nossos corações com as fantasias e toda moral que ela traz. E aqui aprendemos que sonhar é o que nos impulsiona, que a empatia nos leva adiante para buscarmos nossos sonhos, toda uma realidade diferenciada de um refugiado e no fundo, o verdadeiro amor, aquele amor incondicional que mostra o quanto podermos nos tornar felizes!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Olá! Depois de saber um pouco mais sobre o livro, fiquei ainda mais empolgada para ler, aliás, acredito que essa é aquele tipo de leitura perfeita para eu fazer com meus sobrinhos, espero me encantar tanto quanto você com essa história.

    ResponderExcluir
  9. Ei Ana!!

    Adorei a premissa, parece ser muito fofo! Não conhecia o livro ainda, vou procurar no Skoob.
    Eu gosto muito de livros infantis que passam lições tão importantes assim, parece ótimo.
    bjos

    ResponderExcluir
  10. Ainda não tinha visto que era uma história assim, voltada pro infantil. Mas parece tão cheia de coisinhas boas e sentimentos. Empatia e amizade e uma história forte pelos sonhos e desejos dela. Gostei de ver. A edição tá bem bonita também.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ana!!
    Também gosto de histórias infantis,pois sempre tiramos grandes lições desses livros, e Árvore dos desejos parece ser um livro muito especial e doce.Adoro histórias que tenham como tema a amizade e como não se apaixonar por essa edição linda?!

    ResponderExcluir