Com Sangue | Stephen King

Quem anda no Roendo Livros com uma certa frequência já deve ter topado com alguma resenha minha do King, e cá estou eu para mais uma. Com Sangue é um livro de contos de Stephen King que saiu esse ano pela Suma. Apesar de abordar várias temáticas durante a escrita, todas as histórias possuem algo em comum, que é, obviamente, a morte — algo que, inclusive, não é incomum nas obras do autor.

Os quatro contos de Com Sangue são bem diferentes do que a gente está habiatudo a ler do autor. Um exemplo disso é o Vida de Chuck, uma das narrativas mais complexas que já tive contanto, visto que é contado de trás pra frente. Inclusive acho que nunca mais vou esquecer a experiência dessa leitura, que acabou sendo muito triste e tocante.

Em Com Sangue, a Holly (que aparece na trilogia Bill Hodges que já resenhei por aqui) é a protagonista, e é evidente como King adora ela. Essa história é um caso do passado que a Holly achou estar resolvido, e eu juro juradinho que no final você vai acabar acreditando que certas criaturas existem. É o conto mais longo do livro e, provavelmente, o mais característico do autor. Ah, ele também contém spoilers de Mr. Mercedes e Outsider, então é bom avisar!  

Rato é sobre um autor sem ideias que vai para o meio do nada para as inspirações fluírem. A gente já viu isso em algum lugar e você sabe que não vai dar certo. Sinceramente, é o conto mais fraco entre os quatro, mas ainda assim vale a leitura, porque a questão do sobrenatural que King tanto ama está presente aqui.

Por último e não menos importante, deixei o primeiro conto que aparece no livro, hehe. O Telefone do Sr. Harrigan pode até ter um ar sombrio, mas eu fiquei tão triste lendo, e virou meu conto preferido do King! O menino Craig é bom em leitura, e por isso o Sr. Harrigan o contratou para ler livros para ele, além de fazer uns serviços extras na casa. Já aposentado e podre de rico, Harrigan parecia não se surpreender com mais nada, até que Craig o presenteia com um iPhone. Mas o que era para ser um presente, pode se tornar um pesadelo... para Craig. Uma coisa que chama atenção é a forma como King mistura as coisas modernas com a forma clássica que ele tem de narrar o terror.

[...] Filmes são efêmeros, enquanto os livros, os bons, são eternos, ou quase isso. Você leu muitos bons livros para mim, mas há outros esperando para serem escritos. Isso é tudo que direi.

Acredito que Com Sangue seja bem divertido para ver outros ângulos do King que não estamos acostumados. É bom frisar que os contos não tem uma conexão direta, são histórias diferentes com personagens diferentes que calharam de estar reunidas em um único volume, porque, no final das contas, a essência é a mesma. Não é a invenção da roda, mas curti bastante!

Título Original: If It Bleeds ✦ Autor: Stephen King ✦ Páginas: 400
Tradução: Editora: Suma
Livro recebido em parceria com a editora

Postar um comentário

9 Comentários

  1. Não sou muito fã de contos, mas uma hora ou outra vou acabar me rendendo e fazer alguma leitura do "Mestre King". Acho que começarei por este, pois estava na dúvida entre qual dos livros dele ler primeiro. Sou muuuito curiosa para conhecer a famosa escrita dele.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá! Até gosto da ideia de contos, afinal acho (espero) que as chances de ficar com medo seriam menores, afinal as história são mais curtas, ainda não tive a oportunidade de conhecer a escrita do autor, então não sei se esse seria um bom livro para começar, já que ele possui personagens de outras histórias.

    ResponderExcluir
  3. King sendo King. Seja um calhamaço ou um livro de contos. Seu dom de escrever histórias que nos arrepiam, deixam amedrontados e até mesmo triste é único

    ResponderExcluir
  4. Jéssica!
    Os livros do King são sempre bons e ver que aqui tem quatro contos, foi uma experiência diferente, porque tem contos em diferentes estilos.
    Fiquei curiosa.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Um dos livros mais desejados neste ano. Sou fã assumida das letras do Mestre King e sim,amo contos, apesar de sempre assim, todos os contos não serem perfeitos rs
    Ver esse outro lado do autor é sempre uma novidade, ainda mais quando ele anda escrevendo e muito!!!
    Espero de coração ler essa lindeza em breve!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  6. Não é um gênero de leitura que eu curto. Mas amei muito a sua foto para esse poste, o gatinho (a) é tão fofinho (a).

    ResponderExcluir
  7. Olá Jessica,
    Sua resenha é a segunda que leio hoje desse livro, e isso me animou. Quero muito dar uma nova oportunidade as histórias do King e achei a ideia dos contos uma boa oportunidade. Foi bom conhecer um pouco mais desse livro.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir
  8. Isso é estranho, mas gosto mais da ideia de ler livros dele de contos que uma história completa? xD
    Gosto da ideia de poder ver várias facetas e tramas numa leitura só. Por isso esse livro me chama atenção. Tem tantos dele com assuntos mais fora do meu gosto, mas livro assim acho legal. Tem aquele conto triste, aquele sombrio, bom pra ir vendo como o autor muda nas tramas dele e tal. Quero ler esse.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Jéssica
    Obrigada por avisar da Holly, vou me lembrar quando começar a ler King.
    Não li nada do autor, mas em contra partida tenho muita vontade de ler algo dele.
    Bem interessante esse livro de contos, rever personagens, a maneira como King envolve o sobrenatural, morte e tecnologia fascina o leitor.
    Beijos

    ResponderExcluir