Prólogo, Ato, Epílogo: Memórias | Fernanda Montenegro

Sempre admirei muito o trabalho de Fernanda Montenegro como atriz. Ficava pensando como podia existir nesse mundo uma pessoa tão talentosa quanto ela, capaz de dar vida à personagens inimagináveis — inclusive fico impressionada até hoje com Mercedes, uma mulher mística e curandeira que a artista interpretou na novela O Outro Lado do Paraíso. Mas gente, após a leitura de Prólogo, Ato, Epílogo eu posso dizer com certeza que Fernanda é uma mulher maravilhosa em todos os sentidos.

O livro, divido em três partes — Prólogo, Ato e Epílogo, obviamente —, é uma autobiografia de Fernanda Montenegro. Para entender quem ela é e suas origens, a autora achou de extrema importância conhecermos a história dos seus antepassados, imigrantes italianos e lavradores portugueses. Então ela narra com maestria como a família dos seus avós paternos e maternos chegaram aqui, se encontraram e deram origem ao seu núcleo familiar. Inclusive, foi só nessa parte que descobri que, na verdade, Fernanda Montenegro se chama Arlette Pinheiro da Silva Torres. Gostei muito dessa parte inicial,  porque eu adoro mesmo conhecer as raízes das pessoas. 

Porém, para os fãs das obras de Fernanda, a parte mais interessante será o Ato. É aqui que ela conta sua trajetória artística, que começou bem cedo na Rádio MEC. Inclusive, é aqui que nasce Fernanda Montenegro — a Arlette permanecia apenas em seu ambiente familiar. O Ato é o trecho mais longo de toda narrativa, até porque a carreira da artista é bastante extensa, mas também é aqui que acompanhamos seu romance com Fernando Torres, as lutas, a pobreza — que provavelmente poucos imaginam que aconteceu com eles —, os problemas na gravidez de seus dois filhos, a dificuldade de criar dois filhos nesse meio artístico conturbado... E, é claro, sua vida como atriz de teatro. 

Foi só com Prólogo, Ato, Epílogo que me atentei que a verdadeira paixão da Fernanda Montenegro é o teatro. Só descobri isso porque ela pouco fala sobre seus trabalhos no cinema e na televisão, salvo alguns mais marcantes, como Central do Brasil, que lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz. E confesso que fiquei um tanto decepcionada, porque eu queria muito ouvir com o mesmo nível de detalhamento que ela fala sobre sua carreira no teatro, o que ela tinha para dizer sobre suas atuações nas telas. Mas, é claro, foram expectativas que eu criei, a autora não tem nada a ver com isso, rs.

Aliás, Fernanda fala muito sobre o contexto histórico brasileiro justamente por causa dessa narrativa focada no teatro, já que a política afeta diretamente a arte. É muito interessante, porque durante os seus quase 100 anos de idade, ela pode presenciar vários presidentes no poder: Getúlio Vargas, Sarney, Collor, FHC... E ela faz questão de deixar sua opinião política bem clara. Aliás, ela também passou pela censura durante a ditadura militar brasileira, período muito triste para nossos artistas e, obviamente, para a população no geral.

Sigo impressionada com essa mulher, com suas memórias tão ricas em detalhes, com a forma delicada que narrou até os episódios mais trágicos da sua história... Então, sim, apesar de ser uma biografia, gênero que demanda um pouco mais de tempo e atenção, Prólogo, Ato, Epílogo é uma leitura leve e descontraída. Enquanto lia, tinha a sensação de estar ouvindo a voz da própria Fernanda Montenegro na minha cabeça, e poucas vezes senti isso na vida ao ler memórias de uma pessoa. 

O Epílogo é a cereja do bolo, com reflexões sobre o passado e esperanças para o futuro. Afinal, uma pessoa que viveu quase 100 anos e ainda tem muitos anos pela frente não pode simplesmente colocar um ponto final em sua biografia.

Título Original: Prólogo, Ato, Epílogo: Memórias ✦ Autora: Fernanda Montenegro
Páginas: 342 ✦  Editora: Companhia das Letras
Livro recebido em parceria com a editora

Postar um comentário

14 Comentários

  1. Ana!
    Ela é um verdadeiro ícone para a cultura brasileira e me assombra ver ue ainda hoje, ela tem uma agilidade mental enorme, muitos anos de vida ainda para ela.
    Gostaria demais de aprecir essa leitura.
    A maioria dos atores tem um amor especial pelo teatro.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que eu já conhecia vários trabalhos dela... Mas depois de O Outro Lado do Paraíso, menina... Fiquei foi mais admirada ainda!
      Espero que você consiga ler logo!

      Excluir
  2. Que mulher extraordinária é Dona Fernanda.
    Uma atriz sem igual, uma mulher a frente do seu tempo, uma cidadã exemplar.
    Ela está fantástica em Amor e Sorte com sua também talentosa filha.
    E como não ir aos prantos com um arquivo confidencial antigo dela na hora do depoimento de Fernando Torres

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorei as reflexões dela sobre política. Muito sensata, sabe?
      Fiquei com vontade demais de ler mais coisas sobre ela.

      Excluir
  3. Realmente este é o tipo de livro que a gente, digo, todos nós, deveríamos ler!
    A mulher fantástica, o ser humano de cabeça aberta, a atriz maravilhosa!
    Acho que faltam adjetivos para descrever o talento de Fernanda e tudo que falarmos ainda será pouco.
    Com certeza, este é um livro que desejo demais ler!!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Atriz maravilhosa, e ela também é maravilhosa como pessoa. Fiquei boba de ver!

      Excluir
  4. Também acho a Fernanda muito incrível! Não sou fã de biografias, mas essa parece ser tão interessante, principalmente quanto ao epílogo diferente.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiiii, já eu sou apaixonada por biografia!
      Dá uma chance, vai? hahahaha

      Excluir
  5. Oi, Ana
    Fernanda Montenegro é uma artista maravilhosa, tem um talento sem igual.
    Gostaria tanto que ela pudesse ter um papel na franquia de Animais Fantásticos.
    Ela tem muitos personagens marcantes mas adorei ver os filmes Central do Brasil, O Auto da Compadecida e as novelas Rainha da Sucata, Zazá e Passione.
    Assisti entrevistas com ela e sua verdadeira paixão é o teatro.
    Estou muito curiosa para ler esse livro, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já pensou a Fernanda em Animais Fantásticos genteeeeeeeeeeeeeeeeeeee? Ia ser tudo de bom, hahaha.
      Seria legal se a gente pudesse ter acesso às peças de teatro dela, né? aiiii

      Excluir
  6. Olá! Deve ser maravilhoso saber mais da história dessa mulher tão talentosa e que tanto nos orgulha! É incrível o que ela já viveu nesses seus quase CEM anos, para mim vai ser uma grande honra poder fazer a leitura dessa sua biografia, e porque não, também me sentir mais próxima dessa grande mulher.

    ResponderExcluir
  7. Sensacional! Belíssimo trabalho, a capa é linda. Realmente estou muito curiosa para ler e conhecer na voz da própria e premiada atriz, sua bela e rica história de vida. E com fotos de época primorosas!

    ResponderExcluir
  8. Ola
    Nao sou muito de ler biografia mas é inegavel o quanto essa mulher é talentosa ,verdadeira ,
    Tenho certeza que a vida dela é cheia de recomeços lutas vitorias .
    E sua atuaçao entáo ... é uma das melhores atrizes do mundo com certeza

    ResponderExcluir
  9. Essa mulher é um simbolo da nossa cultura já e saber mais sobre a história dela e tudo que viveu nesses quase 100 anos deve ser muito inspirador. Não sou de ler biografias e coisas assim mas dela leria. Parece ser um livro que deixa um tom de esperança, sentimentos bons, sabedoria de viver. Não apaga as tristezas mas fala das alegrias ao longo do caminho e de tudo que ainda há por vir.

    ResponderExcluir