10 de junho de 2016

Resenha: Romance Moderno

Título: Romance Moderno 
Autor: Aziz Ansari (com Eric Klinenberg)
Páginas: 288
Tradução: Cristian Schwartz
Editora: Paralela
Livro recebido em parceria com a editora

Todos nós buscamos o amor em algum momento da vida. Conhecemos pessoas, namoramos, começamos e terminamos relacionamentos, sempre na esperança de desenvolver uma conexão profunda. Embora esses objetivos possam parecer normais ou até óbvios, a cultura dos relacionamentos era completamente diferente há algumas décadas. Graças à tecnologia, os solteiros agora têm um poder de escolha maior do que em qualquer outro período da história, mas também nunca estiveram tão frustrados com o amor. Por quê será? Em seu livro de estreia, o comediante Aziz Ansari explora minuciosamente as alegrias e desventuras dos relacionamentos modernos de forma pretensiosa e acessível.

Além de ser uma pesquisa aprofundada, onde o autor conta com a colaboração do sociólogo Eric Klinenberg para profundas avaliações e mais alguns personagens, Azis Ansari também escreve de uma forma engraçada. Existe humor em uma pesquisa sobre relacionamentos na era digital.

Em princípio, quando eu li o título do livro pela primeira vez, eu jurei que a história seria sobre um casal que se conheceu pela internet e viveu feliz para sempre. Mas, não. É além disso. Ou antes de tudo isso. Quem nunca despertou ansiedade à espera de uma resposta daquela mensagem enviada ao crush há algumas horas? Pois é! Mas nem sempre tivemos essa mordomia misturada com espanto.

Os mais velhos - com todo respeito, é claro! - vão concordar comigo que, antigamente, as coisas "não eram tão fáceis assim" para conquistar alguém quando eles eram jovens antes do surgimento da internet. Aliás, até que ponto essa "facilidade" nos ajuda hoje em dia para, então, encontrarmos o amor da nossa vida?

Esses e outros pontos de interrogação o Aziz vai esclarecendo, apontando casos, entrevistas feitas com jovens e com o pessoal da velha guarda em diversos cantos do mundo. Não para buscar respostas. Mas, sim: para buscar a trajetória dessa evolução ressaltada em uma era tecnológica.

GRAMÁTICA/ORTOGRAFIA
Em todas as entrevistas que fizemos, sempre que pintavam erros gramaticais ou ortográficos, a brochada era imediata. As mulheres pareciam encarar isso como um claro indicativo de que o pretendente era um mané. Digamos que você seja um cara bonito e charmoso que causou uma ótima primeira impressão. Se sua primeira mensagem para ela for: "Oi agente devia da um role um dia dese", você pode simplesmente destruir a imagem que tinha construído.
No fórum temático, ficamos conhecendo a história de um rapaz que estava atrás de uma moça incrível, mas acabou rompendo relações com ela. Ele contou que a coisa começou a degringolar quando enviou uma mensagem perguntando se ela queria ir numa festa na casa de um amigo em comum. A resposta foi: "Queim?". Com "i". Ele tentou forçar a conversa para ver se a palavra aparecia de novo e assim ter certeza de que ela não era capaz de acertar uma ortografia tão óbvia. A moça voltou a digitar repetidas vezes "Queim? Queim?". O rapaz afirmou que foi isso que estragou tudo.
(p. 61)

Além desse relato, o leitor se identificará com outros ao decorrer da leitura. E, embora seja um livro com uma pitada de bom humor, é preciso ter paciência e dedicação para ler; afinal, é uma pesquisa. E repito: aprofundada.

Mas veja bem: o design, a maneira que o livro foi dividido por capítulos com subtítulos, as imagens e gráficos que ilustram toda essa trajetória sobre como conquistar um pretendente antes, durante e após o surgimento da internet, faz com que a leitura seja mais agradável e solta. Enfim, a dica está lançada! E é válida a leitura!

Classificação final: 

5 comentários:

  1. Nossa!Pela sua resenha achei o livro super interessante e divertido,é uma leitura diferente porém me despertou uma grande curiosidade.Realmente,pela sinopse eu imaginei a mesma coisa,que seria mais um daqueles romances que o casal se conhece pela internet mas é algo completamente diferente.Nunca tinha ouvido falar desse livro ou da autora mas quero muito ler,mais um livro para adicionar a minha lista haha.Ótima resenha,bjss!

    ResponderExcluir
  2. Normalmente não me interesso muito por livros de não ficção, mas essa parece ser uma obra bem interessante, ver as diferenças que as tecnologias estão fazendo no mundo dos relacionamentos. Gostei :)

    ResponderExcluir
  3. Pelo que pude perceber através de sua resenha, este livro tem uma história maravilhosa, bem diferente de tudo que já li, achei a escrita bem fácil de entender, é um romance bem moderno. Fiquei bem curiosa para ler o livro,

    josenildalins53@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Pelo que pude perceber através de sua resenha, este livro tem uma história maravilhosa, bem diferente de tudo que já li, achei a escrita bem fácil de entender, é um romance bem moderno. Fiquei bem curiosa para ler o livro,

    josenildalins53@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. Aparenta ser um livro legal e diferente. As pesquisas que o autor faz com jovens e os da velha guarda,buscando mostrar as diferenças que a era digital trouxe.O Gramática/Ortografia e bem interessante. Hoje vemos que como e da forma que escreve é o que te define

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©