31 de agosto de 2018

Resenha: Ousadas

Margaret, atriz “aterrorizante”, especializada nos papéis mais perversos de Hollywood; Agnodice, ginecologista da Grécia Antiga que teve de se disfarçar de homem para exercer a profissão; Lozen, mulher Apache, guerreira e xamã…
Pénélope Bagieu traça, com humor e sagacidade, quinze retratos de mulheres excepcionais que enfrentaram a pressão social de seu tempo e se tornaram donas de seus próprios destinos.
“Uma graphic novel para quebrar preconceitos.”
Elle

Título Original: Culottées
Autora: Pénélope Bagieu
Páginas: 144
Tradução: Fernando Scheibe
Editora: Nemo
Livro recebido em parceria com a editora

Desde que me descobri feminista, o meu interesse por livros que falam sobre o assunto aumentou bastante. Convenhamos que é impossível falar sobre a nossa luta sem mencionar várias mulheres maravilhosas e todas as coisas incríveis que elas fizeram com o passar do tempo, e é justamente isso que Pénélope Bagieu mostra em Ousadas — Mulheres Que Só Fazem o Que Querem.

29 de agosto de 2018

Resenha: O Clube dos Oito

Como um grupo de jovens estudantes bem-educados acabou se envolvendo num escândalo que chocou um país? Por que tantos especialistas em comportamento juvenil têm algo a dizer quando o assunto é o Clube dos Oito? Até quando inúmeras manchetes de jornal e programas de TV sensacionalistas vão explorar o caso nos mínimos detalhes? Para fazer com que a verdade venha à tona, Flannery Culp, a dita líder do Clube, decide tornar público o diário que manteve ao longo do seu desastroso último ano de ensino médio. Agora que está presa por cometer um assassinato, a garota tem tempo de editar o que escreveu e revisitar a rotina que levava ao lado de seus sete melhores amigos. A narrativa de Flan, permeada de professores da pior índole, um amor não correspondido, aulas complicadas e jantares pomposos, comprova que ela pode até ser uma adolescente criminosa — mas, pelo menos, é uma adolescente criminosa muito inteligente.

Título Original: The Basic Eight
Autor: Daniel Handler
Páginas: 400
Tradução: Fabricio Waltrick
Editora: Seguinte
Livro recebido em parceria com a editora

Minha primeira experiência com Daniel Handler foi com Por Isso a Gente Acabou, diferente da maioria das pessoas que conhecem o autor como Lemony Snicket, o criador de Desventuras em Série. O fato é que eu gostei muito do primeiro livro citado, então fiquei muito curiosa com O Clube dos Oito, principalmente depois de ler a sinopse, mas não consegui me conectar nem um pouco com os personagens, muito menos com a história.

27 de agosto de 2018

Resenha: O Ceifador

A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria... Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade. Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador — papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a arte da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais, podem colocar a própria vida em risco.

Título Original: Scythe #1
Autor: Neal Shusterman
Páginas: 448
Tradução: Guilherme Miranda
Editora: Seguinte

A proposta de O Ceifador, de Neal Schusterman, é inusitada e interessante: uma realidade onde a humanidade já superou as doenças e a morte, já alcançou todo o conhecimento possível e a perspectiva de eternidade é quase certa. A única exceção a essa regra são os ceifadores, pessoas escolhidas e treinadas para coletar e manter o crescimento populacional em um nível razoável, que se tornam temidas e idolatradas na mesma medida. 

24 de agosto de 2018

Cinema: Para Todos os Garotos Que Já Amei + Sorteio

Título Original: To All the Boys I've Loved Before
Ano: 2018
Direção: Susan Johnson
Duração: 99 minutos
Gênero: Romance | Comédia Dramática 
Elenco Principal: Lana Condor, Noah Centineo, John Corbett

Lara Jean (Lana Condor) guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

Eu não sou exatamente a melhor pessoa do mundo para falar sobre filmes, até porque, pelo que eu pude reparar, eu só gosto daquele estilo de filme que costuma passar na Sessão da Tarde e que a maioria das pessoas acha ruim e bem brega. Mas meus amigos, se tem uma coisa que eu tenho propriedade para falar é história de amor adolescente, e é exatamente esse o tema de Para Todos os Garotos Que Já Amei, estrelado por Lana Condor como Lara Jean e Noah Centineo como Peter Kavinsky, seu par romântico.

22 de agosto de 2018

Resenha: Em Pedaços

Foto: Suddenly Things
Uma garota com segredos corrosivos. Um ex-soldado com cicatrizes externas e internas. Um amor que pode salvar ambos... ou destrui-los de vez.Aos vinte e dois anos, Olivia Middleton tem Nova York aos seus pés. Por fora, ela é a garota perfeita — linda, inteligente e caridosa — mas, por dentro, guarda um segredo terrível: um erro que a afastou das duas únicas pessoas que realmente importavam na sua vida. Determinada a esquecer o passado, ela deixa Manhattan e vai trabalhar como cuidadora de um soldado recém-saído da guerra. O que ela não esperava era que seu paciente seria um jovem enigmático de vinte e quatro anos tão amargurado quanto atraente.
Paul Langdon está furioso — com o mundo, com a vida, com o seu pai e, principalmente, consigo mesmo. Depois de sofrer na pele os horrores da Guerra do Afeganistão, a última coisa que ele quer é a companhia de uma princesinha nova-iorquina linda, mimada e irritante. A presença de Olivia parece tóxica para Paul: ela o incomoda, mas ele não consegue afastá-la, por mais que tente.
Nessa recontagem moderna de A Bela e a Fera, Lauren Layne nos traz uma história irresistível de perdão, cura e, acima de tudo, amor.

Título Original: Broken
Autor: Lauren Layne
Páginas: 248
Tradução: Lígia Azevedo
Editora: Paralela
Livro recebido em parceria com a editora

Olivia Middleton é uma jovem nova-iorquina que sempre viveu muito bem. Sua família é dona de uma agência de publicidade, então ela nunca teve muito com o que se preocupar. Os pais de Olivia são amigos dos St. Claire e dos Price há mais de vinte anos, então ela, Michael e Ethan sempre foram melhores amigos. Eles passavam mais feriados juntos do que na casa dos avós.

20 de agosto de 2018

Resenha: Mais Forte Que o Sol

Considerada a “rainha dos romances de época” pela Goodreads, Julia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos.
Quando Charles Wycombe, o irresistível conde de Billington, cai de uma árvore – literalmente aos pés de Elllie Lyndon –, nenhum dos dois suspeita que esse encontro atrapalhado possa acabar em casamento.
Mas o conde precisa se casar antes de completar 30 anos, do contrário perderá sua fortuna. Ellie, por sua vez, tem que arranjar um marido ou a noiva intrometida e detestável de seu pai escolherá qualquer um para ela. Por isso o moço alto, bonito e galanteador que surge aparentemente do nada em sua vida parece ter caído do céu.
Charles e Ellie se entregam, então, a um casamento de conveniência, ela determinada a manter a independência e ele a continuar, na prática, como um homem solteiro.
No entanto, a química entre os dois é avassaladora e, enquanto um beijo leva a outro, a dupla improvável descobre que seu casamento não foi tão inconveniente assim, afinal...

Título Original: Brighter than the sun
Autor: Julia Quinn
Páginas: 288
Tradução: Viviane Diniz
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora

Segundo volume da duologia Irmãs Lydon, Mais Forte Que o Sol traz uma premissa agradável, com um romance que acontece de forma gradativa após um pedido de casamento inesperado. A história gira em torno da atrapalhada Ellie, irmã mais nova da protagonista do primeiro volume — Mais Lindo Que a Lua e Charles, o maravilhoso e irresistível conde de Billington.

18 de agosto de 2018

TAG da Discórdia


Ai gente, nada melhor do que causar um leve reboliço na internet, não é mesmo? É só por isso que vou responder à tag da Discórdia aqui no Roendo Livros, que foi criada pela Kabook TV. Tô brincando, pessoal. Achei a tag bastante legal porque temos a oportunidade de mostrar a nossa opinião de verdade e mostrar que está tudo bem não concordar com todo mundo. Vamos lá?

12 de agosto de 2018

Resenha: Me Poupe!

Ela começou a poupar aos 8 anos, de olho no carro que teria aos 18. Com 24, comprou seu primeiro apartamento à vista e ainda bancou todas as obras de acabamento. Aos 30, pediu demissão do emprego dos sonhos e montou o próprio negócio, um canal no YouTube. Tinha 32 quando conquistou o primeiro milhão de reais – e também o primeiro milhão de inscritos. Aos 35, pretende ter pelo menos 5 milhões (bem) investidos, garantia de independência financeira, ou seja: só trabalhará se quiser, no que quiser e quanto quiser. A história da jornalista e youtuber Nathalia Arcuri é ao mesmo tempo inspiradora, divertida e instrutiva. Dona de uma inteligência financeira extraordinária, lapidada com cursos de especialização e coachings, Nathalia começou a compartilhar suas táticas para poupar e investir primeiro no blog poupecomSara, em 2014. No ano seguinte, valendo-se de sua familiaridade com as câmeras – foi repórter e apresentadora no SBT e na Rede Record –, lançou o Me Poupe! no YouTube, inaugurando o conceito de entretenimento financeiro.

Título Original: Me Poupe!
Autor: Nathalia Arcuri
Páginas: 490
Editora: Sextante
Livro recebido em parceria com a editora

Aos milhões de brasileiros conectados ao Me Poupe!, a maior plataforma de entretenimento financeiro do Brasil: uma versão de Nathalia Arcuri totalmente inédita. A famosa mãe dos juros compostos finalmente lançou bom conteúdo sobre planejamento investimentos na forma de livro sem perder sua essência. São dez capítulos com dicas valiosíssimas (literalmente!) e muitas histórias pessoais da autora sobre como lidar com as tentações consumistas diárias.

8 de agosto de 2018

Resenha: Garota-Ranho

Do mesmo criador do fenômeno Scott Pilgrim, Garota-ranho é uma das séries mais ousadas, engraçadas e espertas dos quadrinhos atuais. Lottie Person é uma blogueira de moda que vive uma vida absolutamente incrível — ou pelo menos é o que ela quer que você acredite. A verdade é que sua alergia está fora de controle, seu nariz não para de escorrer, o namorado a trocou por uma garota mais nova e é possível que ela tenha cometido um homicídio. Este é o primeiro volume do sensacional Garota-ranho, de Bryan Lee O'Malley, criador de Scott Pilgrim, e da desenhista Leslie Hung.

Título Original: Snotgirl
Autor: Bryan Lee O'Malley e Leslie Hung
Páginas: 136
Tradução: Érico Assis
Editora: Quadrinhos na Cia.
Livro recebido em parceria com a editora

Talvez essa resenha te deixe um pouco desnorteado... pois bem: eu amei Garota-ranho, ao mesmo tempo que detestei. Mas como assim? Deixa eu explicar então. A HQ vai contar a história de uma blogueira de moda, a Lottie, que tem cabelos verdes e é super fashion e maravilhosa na frente das câmeras, mas que aos 26 anos não passa de uma chorona, cheia de problemas que não consegue resolver sozinha, além de ter uma alergia muito forte que tenta esconder de todos ao seu redor.

6 de agosto de 2018

Resenha: Asiáticos Podres de Ricos

Best-seller internacional que inspirou uma das mais aguardadas adaptações cinematográficas do ano. Quando Rachel Chu chega a Cingapura com o namorado para o casamento de seu melhor amigo, imaginava passar dias tranquilos com uma simpática família. Só que Nick não mencionou alguns detalhes, como o fato de sua família ter muito, muito dinheiro, que ela viajaria mais em jatinhos particulares do que de carro e que caminhar de mãos dadas com um dos solteiros mais ricos da Ásia era como ter um alvo nas costas. Logo, Rachel percebe que não será poupada das fofocas e intrigas. Isso sem falar na mãe de Nick, uma mulher com opiniões bem fortes sobre com quem o filho deve – ou não – se casar. Um passeio pelos cenários mais exclusivos do Extremo Oriente – das luxuosas coberturas de Xangai às ilhas particulares do mar da China Meridional –, Asiáticos Podres de Ricos é uma visão do jet set oriental por dentro. Com seu olhar satírico, Kevin Kwan traça um retrato engraçadíssimo do conflito entre os novos-ricos e as famílias tradicionais em seu romance de estreia, que já fez milhares de leitores chorarem de tanto rir no mundo todo.

Título Original: Crazy Rich Asians
Autor: Kevin Kwan
Páginas: 490
Tradução: Ana Carolina Mesquita
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a editora

Quem nunca ouviu falar dos Tigres Asiáticos no colégio? Nunca imaginei revisitá-los novamente através de um livro de forma tão precisa e envolvente. É nesta ambientação em que se passa a história da jovem Chinesa Nascida na América (ABC), Rachel Chu. A escrita do nativo de Cingapura Kevin Kwan evidencia uma Ásia bilionária que vive seu próprio regime elitista semelhante à realeza britânica. Aliás, não só o Oriente aparece na trama: os reis e rainhas de olhinhos puxados estendem seus romances, confusões e dinheiro pelos sete mares, terra da Rainha e no Novo Mundo. 

3 de agosto de 2018

Resenha: A Caçadora de Dragões


Quando era criança, Asha, a filha do rei de Firgaard, era atormentada por sucessivos pesadelos. Para ajudá-la, a única solução que sua mãe encontrou foi lhe contar histórias antigas, que muitos temiam ser capazes de atrair dragões, os maiores inimigos do reino. Envolvida pelos contos, a pequena Asha acabou despertando Kozu, o mais feroz de todos os dragões, que queimou a cidade e matou milhares de pessoas — um peso que a garota ainda carrega nas costas.
Agora, aos dezessete anos, ela se tornou uma caçadora de dragões temida por todos. Quando recebe de seu pai a missão de matar Kozu, Asha vê uma oportunidade de se redimir frente a seu povo. Mas a garota não vai conseguir concluir a tarefa sem antes descobrir a verdade sobre si mesma — e perceber que mesmo as pessoas destinadas à maldade podem mudar o próprio destino.

Título Original: The Last Namsara
Autor: Kristen Ciccarelli
Páginas: 408
Tradução: Eric Novello
Editora: Seguinte
Livro recebido em parceria com a editora

Asha cresceu sabendo que foi a responsável, quando criança, por um grande ataque de Kozu, o mais forte dos dragões, que queimou metade de sua cidade. Corrompida pelo fascínio das histórias antigas, que são proibidas, Asha acredita que sua sina é causar destruição. Conhecida como Iskari - aquela que leva destruição e morte - a garota se torna caçadora de dragões e vê uma oportunidade de se redimir quando recebe a tarefa de matar o poderoso dragão. Só que sua jornada lhe mostra muitas verdades que a fazem repensar tudo o que foi ensinada a acreditar.

1 de agosto de 2018

Top Comentarista: Agosto 2018


Eu não sei o porquê, mas todo mundo fala que agosto é o mês mais demorado do ano, mas acho que não é ruim, já que dá para ler mais, não é mesmo? Assim, vamos aproveitar e participar do top comentarista de agosto, onde a pessoa que ganhar poderá escolher um livro no valor de até trinta reais, dá para escolher algo bem bacana! O período de inscrições vai de 01/08/2018 ao dia 01/09/2018, sempre lembrando que este último dia é apenas para vocês regularizarem os comentários.
 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©