Como o Cérebro Cria | David Eagleman & Anthony Brandt


Como o Cérebro Cria é um dos últimos documentários da Netflix explorando como nossas sinapses nervosas transformam o mundo ao nosso redor e geram inovação todos os dias. Além de ter uma fotografia incrível e explorar o melhor do gênero, o longa nos mostra que criatividade não é magia: ela não passa de uma série de processos biológicos e sociais encadeados. Toda essa genialidade é fruto das pesquisas de dois cientistas incríveis, David Eagleman e Anthony Brandt, que escreveram o livro que deu origem ao documentário homônimo. Uma excelente pedida de leitura aos empreendedores, designers, engenheiros, estudantes, professores e demais pessoas que querem enxergar o cérebro da melhor maneira possível: como a máquina mais poderosa de todas. 

O livro é dividido em três partes: a primeira apresenta a necessidade da criatividade, a segunda explora as características essenciais da mentalidade criativa e a parte final mostra como estimular a criatividade em nossas incubadoras para o futuro. 

A primeira parte foi a mais disruptiva para mim, ela mostra como somos movidos pela curiosidade e pelo novo. Explicando não apenas os fatores sociais e externos, já também uma explicação fisiológica do cérebro e porque ele funciona de tal maneira. Achei que as imagens de atividades cerebrais honraram belamente o título do livro. Além disso, somos apresentados ao processo "entortar-quebrar-mesclar" que compõe as fases de nosso funcionamento cerebral criativo social e fisiológico. Para os nerds de plantão como eu, foi um deleite arrebatador. 

Na segunda parte, os autores apresentam diversos cases de inovações bem recebidas (e outras nem tanto) pelo público, sejam estas artísticas ou funcionais. Desde instalações artísticas boicotadas ao icônico iPhone, os autores explicam o porquê do sucesso e insucesso dos frutos da criatividade humana. Certamente, um prato cheio para aqueles que amam inovação ou desejam criar um negócio ou arte em um futuro próximo. 

Por fim, a minha parte preferida foi a terceira, intitulada "Cultivar a criatividade". Como o título sugere, aqui descobri onde cada um de nós pode incentivar ou ser incentivado para executar ou liderar processos mais criativos. Sejam estes processos na academia, na sala de aula ou no ambiente de trabalho, como alguns cases sugerem. 

Repletos de imagens, cases de sucesso, referências artísticas e corporativas brilhantes, Como o Cérebro Cria traz um formato completamente novo de não-ficção que também tange assuntos científicos com maestria. Sem dúvidas, aos que amam os dois estilos literários, tem tudo para tornar-se o favorito da estante. 

Com uma escrita científica acessível e com muitas frases de efeito dignas de posts reflexivos nas redes sociais, o livro é uma fonte de insights para os mais atentos, e uma fonte de entretenimento inteligente e acadêmica aos leitores mais descontraídos. Não é à toa que a Netflix tornou-o documentário: o livro é brilhantemente singular!

Título Original: The Runaway Species ✦ Autores: David Eagleman & Anthony Brandt
Tradução: Donaldson M. Garschagen e Renata Guerra 
Páginas: 320 ✦ Editora: Intrínseca
Livro recebido em parceria com a editora

Postar um comentário

18 Comentários

  1. Eu sempre digo que a gente não faz idea nenhuma do que nosso cérebro é capaz e olha aí uma chance disso ser totalmente verdade!!!
    Só precisamos saber extrair o melhor de nós mesmos e isso acaba acontecendo naturalmente, pois todos somos capazes!
    Ainda não conhecia o livro,mas claro que já amei o que vi e li acima e com certeza se tiver oportunidade, já quero!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Ai gente, eu amo o corpo humano! Posso dizer com certeza absoluta que neurologia é a matéria mais difícil do curso de medicina, tremo só de lembrar hahahahaha Mas é incrível estudar como ele funciona, suas particularidades e perceber que existem muitos mistérios que ninguém sabe ainda!
    Achei muito boa a dica do livro e já guardei aqui com muito curiosidade :)
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. My!
    É bem o tipo de livro que gosto, bem ligada a minha área de formação, onde posso me aprimorar e conhecer mais sobre a fisiologia do cérebro.
    Vou ver se assisto o documentário também.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Nosso cérebro é um universo complicado, enigmático e complexo.
    Não conhecia o livro e não sei se leria mas não posso negar é que muito interessante

    ResponderExcluir
  5. Uau, esse livro é mesmo brilhante!
    Embora seja realmente instigante ler, estou mais interessada em assistir a série agora.
    Sua resenha está incrível!
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  6. Oi My!
    Eu não tenho o costume de ler não ficção, confesso que não me atrai, então nem sabia que tinha virado uma série da Netflix!
    Mas parece interessante, vou dar uma olhada aqui.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Realmente o cerebro é a maquina mais poderosa que existe .náo vi o documentario porque náo assino a Netflix e nem conhecia o livro mas com certeza tem assuntos bem interessantes para quem gosta desse tipo de leitura .

    ResponderExcluir
  8. Que legal! Não cheguei a ler o livro ainda, mas parece ser muito interessante. Não sabia que há um documentário sobre isso na Netflix, infelizmente eu não sou essa pessoa que assiste documentários haha. Como eu já disse, acho essa coisa toda da mente humana muito interessante e gostei de saber que o livro tem linguagem fácil de ser compreendida (não é o que eu esperaria de um livro assim) e que gera insights!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi My,
    Certamente não há nada mais fascinante para um cientista e curioso do que estudar, entender e explicar o funcionamento de um cérebro. Eu, que sou apenas uma leiga, já fico fascinada em imaginar tudo o que somos capazes de criar, então para aqueles que estudam isso deve ser ainda mais interessante. Não tinha conhecimento desse documentário ou do livro e, para ser honesta, pouco tenho me interessado por assistir/ler histórias nesse formato, mas não nego que este livro me deixou, sim, curiosa.

    ResponderExcluir
  10. O que eu mais gostei no livro, além do conteúdo em si dele, foi saber que a escrita dele é fácil de ser lida, sem ter aquelas frases difíceis de ser compreendidas. O cérebro é tão complexo, e ler um livro como esse nos ajuda demais explorar parte dele. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  11. Acho o tema interessante e fica uma coisa legal de se ver pra quem quer saber mais do assunto, que estuda por exemplo, ou só pra quem tem curiosidade de saber um pouco mais como a mente funciona, as curiosidades e como a criatividade transforma o mundo, de um jeito mais cientifico e menos poético da coisa. Responder um pouco de como essa maquina funciona é legal. Só não sei se seria um livro que leria fácil porque não é lá das minhas leituras mais frequentes. Fica a dica de toda forma.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Mylane
    O cérebro é uma máquina muito poderosa, cada estudo que os cientistas fazem descobrem mais coisas que nem imaginamos que podemos com o cérebro.
    Um livro interessante e dinâmico, com uma linguagem acessível, gostei vai para a lista de desejos. Não sabia que o documentário era baseado no livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi My! Eu sou doida para ler esse livro, nossa! E agora sabendo melhor como funciona a divisão do conteúdo, minha vontade só aumentou.
    Ele já estava na minha lista de compras, só estou esperando agora abaixar um pouquinho o preço ♥ Os Delírios Literários de Lex
    Participe do Top Comentarista de Agosto!

    ResponderExcluir
  14. Oii!
    Não conhecia esse documentário na netflix, não sou muito de ver esse tipos de filmes e tal, mas até que me chama atenção. Fiquei um tanto curiosa agora!

    Blog: Tempos Literários

    ResponderExcluir
  15. Oi, My!
    O cérebro é sem dúvida fascinante, mas confesso que livros que falam sobre o seu funcionamento e/ou outros assuntos científicos não costumam despertar o meu interesse, eu sinceramente não curto livros de não-ficção, por isso dificilmente eu leria Como o Cérebro Cria, mas sem dúvidas essa é uma ótima dica para quem gosta do gênero e assunto abordado... Bjos!

    ResponderExcluir
  16. Olá! Esse não é o tipo de livro que estou acostumada a ler, mas essa “viagem” pelo funcionamento do cérebro, focada principalmente na parte da criatividade, até que parece ser bem interessante, a linguagem utilizada pelos autores parece ser leve e bem acessível, o que deve tornar a leitura mais fácil.

    ResponderExcluir
  17. Oi, My
    Aiiii acho incrível demais as capacidades do nosso cérebro!
    E esse livro parece mostrar que ele vai além de tudo o que a gente imagina.
    Tendo uma escrita de fácil compreensão nos faz ter mais vontade e curiosidade né.
    Vou querer ler com certeza.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Não sou muito fã de documentários, para eu assisti depende muito do assunto. A netflix tem muitos documentários interessantes e que agregam bastante ao conhecimento. Vou procurar esse para assisti.

    ResponderExcluir