Sete Mentiras | Elizabeth Kay

Sete Mentiras é um thriller psicológico que trará ao leitor a história de duas melhores amigas, desde que elas tinham 12 anos de idade. Elas sempre foram inseparáveis, mas apesar do que diz a sinopse do livro, não têm absolutamente nada em comum. Jane é extremamente reservada, dependente, paranoica; Marnie é livre, confiante, independente… Elas crescem e a amizade começa a mudar, elas se apaixonam, se casam. E Jane não gosta de Charles, o marido de Marnie… E com bons motivos, diga-se de passagem.

E aí, Charles morre. E uma série de mentiras começa a aparecer nessa amizade.

A leitura é instigante, a narrativa em primeira pessoa pelo ponto de vista de Jane não é confiável, mas  só deixa o leitor preso. Engraçado que apesar de acontecer pouco na história, a sensação é que de fato existem muitas reviravoltas nas páginas de Sete Mentiras, e acredito que isso seja dado pelo estilo de narrativa. Os capítulos são divididos pelas mentiras que Jane conta. É muito interessante acompanhar um pensamento aparentemente linear que ela possui.

Não diria que ele é um livro surpreendente em quesito de plot twists ou coisas do tipo, chega a ser extremamente óbvio o que vai acontecer, mas o leitor continua lendo só pra confirmar se vai ser isso mesmo. Pra mim, essa foi a parte mais impressionante da escrita de Elizabeth Kay.

Sete Mentiras traz um enredo sobre amizades, relacionamentos tóxicos, crises familiares e tragédia. E claro, sobre como uma mentira cria várias outras. Possessividade e rejeição também são assuntos muito abordados aqui.

As personagens principais são muito bem desenvolvidas, mas não tanto quanto eu queria. Quer dizer, eu ainda queria saber um pouco mais sobre elas... E se vocês lerem, vão entender o motivo disso. É tudo uma névoa… Em contrapartida, os personagens secundários não são muito explorados, adoraria saber mais sobre Emma, por exemplo, mas não temos tempo, ela é só mais alguém.

No final, achei Sete Mentiras bom. Nem incrível, nem péssimo. O livro pode parecer arrastado se você não se prender na narrativa duvidosa de Jane. E talvez o final não te surpreenda, ou talvez ele te surpreenda pelo mesmo motivo que me surpreendeu. A minha sensação foi: isso é verdade? Fica aí o questionamento.

Título Original: Seven Lies ✦ Autora: Elizabeth Kay ✦ Páginas: 383
Tradução: Regiane Winarski ✦ Editora: Suma
Livro recebido em parceria com a editora

Postar um comentário

8 Comentários

  1. As vezes esperamos grandes plots twists em um thriller porém um bom livro do gênero, como Sete Mentiras, é feito com uma trama instigante e bons personagens

    ResponderExcluir
  2. Este é um livro que tem causado divisão nas resenhas e por um lado, eu até gosto quando isso acontece rs mostra que cada leitor/livro são únicos e sim, pode funcionar de formas diferentes para cada um.
    Eu sinto muita vontade ler,mas admito que não tenho muita expectativa, talvez pela narrativa mais lenta e pelo não se aprofundar na vida destas duas mulheres!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  3. Eu amo demais quando o suspense é narrado em primeira pessoa e tem essa sensaçao de nao ser confiavel. AMO!
    Bem curiosa pra ler essa historia e espero gostar, pq to lendo um suspense que ta bem morno e essa sensação ja nao é taao legal neh.

    ResponderExcluir
  4. Olá Ana Gabriela!
    Que capa interessante! Adorei esse efeito dobrado. Seria essa história um derivado de Amigas para Sempre? O enredo tem algumas semelhanças, mas como não li nenhum dos dois livros é difícil dizer. Mas achei bem pertinentes os temas abordados, e já quero saber qual é esse acontecimento do final que deixa o leitor na dúvida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro thriller psicológico, a ideia de ficar pensando em quem fez o que, onde estão as dicas, quem é o culpado é sensacional! Parabenizo muito o autor que consegue nos passar toda a tensão e as dúvidas em um livro.
    Muito interessante seus questionamentos. Alguns livros são assim ne? Tão óbvio que parece mentira. Mas acho que isso é mais um motivo pra continuar lendo, como você mesma falou. Adorei a dica!

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Gosto muito desse gênero então é sempre bom á gente conhecer sempre mais títulos .Não sou fã de livros escritos em primeira pessoa .aliás é uma das coisas que me fazem adiar uma leitura é pegar um livro e saber que ele é narrado em primeira pessoa.
    Parece que aqui á gente é mais envolvido pela curiosidade do que por uma grande trama .mas as vezes o simples , o óbvio também funciona e muito.

    ResponderExcluir
  7. ANA!
    Acredito que um livro que traga mentiras como 'protagonismo', deve levantar muitos questionamentos durante a leitura e claro, a questão de saber se o final é verdadeiro ou não.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Olá! Com esse nome, certeza que esse é um daqueles livros que precisamos ler de uma só vez, pois são muitas coisas para serem descobertas né, e mesmo que não seja algo que cause grande impacto, certamente vale cada página lida

    ResponderExcluir