O Clube do Crime das Quintas-Feiras | Richard Osman


Não conheço uma pessoa que não goste de ler um mistério, nem que seja de vez em quando. É engraçado, porque eu só lembro o tanto que eu gosto do gênero quando paro para ler — o que significa que eu deveria ler mais, né? E foi justamente por isso que eu me interessei por O Clube do Crime das Quintas-Feiras: estava sentindo falta e a sinopse me chamou muito a atenção, porque os protagonistas são velhinhos na casa dos 80 anos. Imaginei que seria, no mínimo, uma leitura divertida. Nesse quesito eu com certeza acertei o palpite.

Nossos protagonistas vivem em um lugarejo chamado Cooper Chase, que é basicamente um retiro de aposentados na Inglaterra. Todas as quintas-feiras Elizabeth, Joyce, Ibrahim e Ron se reúnem para tentar desvendar casos antigos que não chegaram a um desfecho satisfatório, na esperança de encontrarem os criminosos. Tudo não passava de um hobby até que o empreiteiro local é assassinado após uma série de acontecimentos que prometiam colocar a paz dos idosos em risco. Assim, o quarteto fantástico decide entrar em ação.

Eu gostei bastante dos personagens, mas Elizabeth e Joyce foram minhas favoritas. Além de muito divertidas, formam a dupla dinâmica perfeita. Fiquei abismada com a sagacidade de Elizabeth, a única que realmente fazia o caso sair do lugar. É claro que ela precisava da ajuda dos amigos, mas ela é a cabeça da equipe, sabem? E olhem que curioso, ia falar que eles ajudam a polícia, mas na verdade é o contrário... É a polícia que ajuda, meros coadjuvantes na investigação.

A narrativa é bem interessante, lembra um pouco o estilo da Agatha Christie, mas um pouco mais moderninha. Ainda que a maioria das passagens seja em terceira pessoa, sob o ponto de vista de um narrador onipresente, temos também a visão de Joyce, que resolveu escrever um diário para relatar os acontecimentos — na minha opinião, o tesouro da escrita de Richard Osman, voto para que o segundo volume da série seja exclusivamente narrado por Joyce. 

Apesar disso, achei a escrita um pouco lenta, de modo geral... E olha que os capítulos são super curtos, o que costuma acelerar a leitura. Acontece que o ponto central da trama demora bastante para aparecer, e depois as pistas são apresentadas muito devagar. Sei lá, senti que ficou faltando alguma coisa para deixar tudo mais dinâmico, mais bem distribuído, até porque o final foi um pouco corrido. Ainda assim, gostei muito de acompanhar as peripécias do clube.

Achei o final satisfatório. Suspeitei de MIL pessoas diferentes e no final ainda fui surpreendida. No fim das contas, o que me faz classificar um livro de mistério como bom ou não, é isso: se eu acertei o assassino, é porque é tão óbvio que o autor não conseguiu me enganar, o que é bem fácil, diga-se de passagem. O meu veredito final é que é um bom livro, mas só. Mas acredito que a série tem muito potencial, principalmente porque há espaço para os personagens serem melhor trabalhados. 

Título Original: The Thursday Murder Club ✦ Autor: Richard Osman
Páginas: 400 ✦ Tradução: Jaime Biaggio ✦ Editora: Intrínseca
Livro recebido em parceria com a editora

Postar um comentário

15 Comentários

  1. Gostei de colocarem idosos como os detetives da história.
    Ser surpreendida na história é um ponto bem positivo, pena que achou a leitura arrastada.
    Se é uma série, ainda há chance de ficar realmente bom.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô com o segundo volume aqui já, espero que seja melhor que o primeiro!

      Excluir
  2. É sobre isso, Anaaaa.
    O Clube do Crime das Quintas Feiras foi a leitura do #ClubeMaisQueLivros... e estava mega ansiosa pra ler, afinal vovós e vovôs metidos a Sherlock e Mrs Marple prometia muito...
    Mas pra mim faltou algo.... ser mais dinâmico....talvez...
    O clube é Elizabeth e ponto final. Quero ser como ela!

    ResponderExcluir
  3. Em livro de mistério/investigação as vezes estou tão ocupada tentando acusar o personagem que sempre esqueço de fazer teorias consistente e analisar tudo. É legal os escritores trazerem personagens idosos mais velhos para o protagonismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina pois eu faço várias teorias, todas erradas KKKKKKKKKKKK

      Excluir
  4. Eu amei sabe que é uma série e também a premissa de investigação por idosos a temática é linda.

    ResponderExcluir
  5. Eu sou maluca para ler esse livro, por conta dos personagens mais velhos, por conta desse clube de ir atrás de encrenca rs
    Acho que é a sua é a primeira resenha que leio que fala da escrita mais lenta(ou eu que tenha deixado minha vontade ler ele não me deixar ver nada que não seja positivo)
    Sei que preciso e muito conferir esse mistério rs e ajudar essa turminha!!!
    Beijo
    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  6. As vezes fico curiosa pra ler esse livro mas confesso que nao é tao do meu gosto mesmo de ler os livros de misterios assim, só investigação.
    O que me deeixa interessada é bem a parte comica dos personagens que talvez seja divertido.

    ResponderExcluir
  7. Eu sou exatamente como você KKK sei que adoro o gênero, mas nunca leio tanto quanto eu gostaria. Somos estranhas sim HAHAHA
    Que história interessante, imagina os idosos passando o tempo assim. Eu também ia ficar tentando adivinhar as coisas e te digo logo que sou péssima nisso! Adorei a resenha e a indicação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem vários gêneros que faço isso, só lembro que gosto quando pego pra ler efetivamente. KKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  8. Ana!
    Desde o lançamento desse livro quero poder ler, justamente porque os protagonistas são velhinhos e fiquei imaginando como deve ser divertido essa turma resolvendo os crimes.
    Sem contar que me parece que são bem manipuladores, afinal, fazem a polícia trabalhar para eles.
    Entendo suas ressalvas.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  9. Olá! Comigo acontece exatamente a mesma coisa, não leio muito livros do gênero, mas sempre que leio, fico me perguntando porque não leio mais, pois eles sempre me prendem de tal forma que costumo lê-los bem rápido, sobre esse, ainda não conferi, mas li muitas coisas positivas, então, estou bem empolgada.

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Vi outras resenhas desse livro é muitas também acharam que a trama poderia ser melhor.
    Mas que a leitura vale a pena ser lida .
    Não é um livro que compraria.mas se eu achar na biblioteca de minha cidade eu pegaria para ler .

    ResponderExcluir
  11. Amei tanto esse livro que já peguei o segundo pra ler e não decepcionou! É até melhor que o primeiro. 🧡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que bom!
      Já tô com o segundo aqui, espero não me decepcionar!

      Excluir