12 de abril de 2018

Resenha: Coroa da Meia-Noite

Selaena Sardothien, a melhor assassina de Adarlan, tornou-se a assassina real depois de vencer a competição do rei e se livrar da escravidão das Minas de Sal de Endovier. Mas sua lealdade nunca esteve com a coroa. Tudo o que deseja é ser livre — e fazer justiça. Nos arredores do castelo, surgem rumores a respeito de uma conspiração contra misteriosos planos do rei, mas antes de cuidar dos traidores, Celaena quer descobrir exatamente que planos são esses. O que ela não imaginava é que acabaria em meio a uma perigosa trama de segredos e traições tecida ao redor da coroa. Enquanto a amizade entre ela e o capitão Westfall cresce cada vez mais, o príncipe Dorian se afasta, imerso em seus próprios dilemas e descobertas. A princesa Nehemia acaba se tornando uma conselheira e confidente, mas sua atenção está mais voltada para outros assuntos. Em Adarlan, um segredo parece se esconder por trás de cada porta trancada, e Celaena está determinada a desvendar todos eles para proteger aqueles que aprendeu a amar. Mas o tempo é curto, e as ameaças ao redor castelo de vidro estão cada vez mais próximas. Quando menos se espera, uma trágica noite mudará a vida de todos no reino, e mais do que nunca Celaena quer descobrir a verdade para fazer justiça.

Título Original: Crown of Midnight
Autora: Sarah J. Maas
Páginas: 392
Tradução: Mariana Kohnert
Editora: Galera Record 

Coroa da Meia-Noite é o segundo volume da série Trono de Vidro, da autora Sarah J. Maas. Após vencer a competição e se tornar a assassina oficial do rei, Celaena vê sua liberdade cada vez mais próxima. Nesse segundo volume, diferente do primeiro, a história se desenvolve num ritmo frenético. Tem sempre alguma coisa acontecendo, mais e mais mistérios vão surgindo, os relacionamentos e os conflitos são constantes e envolventes. 

Sarah J. Maas já provou que não se deve abandonar uma série após ler apenas o primeiro volume. Afinal, assim como acontece na série Corte de Espinhos e Rosas, a qualidade aumenta consideravelmente no segundo volume.

Celaena tem se mostrado uma personagem cada vez mais complexa, provando que não é apenas uma assassina desprovida de sentimentos. Dorian se tornou o personagem mais misterioso da série, Chaol é, com certeza, meu queridinho. Nehemia continua fantástica e é a personagem com ambivalente e cheia de segredos. Outros personagens são inseridos na trama e todos são tão interessantes quanto os já citados.

A autora conduz a história de tal forma que é impossível parar de ler. Os capítulos sempre terminam em momentos cruciais e, dessa forma, vamos sempre lendo "só mais um capítulo" e quando nos damos conta, terminamos o livro.

Coroa da Meia-Noite definitivamente coloca essa série na categoria de Fantasia. Enquanto que no primeiro livro tivemos poucos elementos de fantasia, aqui a fantasia domina e está em toda parte. Tanto a escrita da autora, como o tipo de magia e os mistérios me lembraram muito a Saga dos Corvos da autora Maggie Stiefvater. O mesmo tipo de charada e enigmas utilizados por Stiefvater são utilizados Maas. E devo dizer que utilizados com maestria.

Com certeza, o final desse livro é um desses finais que vai te fazer querer correr para a livraria mais próxima e comprar o próximo volume. As revelações feitas bos últimos capítulos são de deixar o leitor de queixo caído.

A edição segue o padrão da edição anterior, com Celaena de frente na capa e de costas na parte de trás, trajando roupas de combate e vestido. Trono de Vidro já é uma das minhas séries preferidas. Se você leu o primeiro livro e não se entusiasmou, eu recomendo que dê uma chance para Coroa da Meia-Noite.

18 comentários:

  1. Tive meu primeiro contato com a escrita da Sarah em março quando li as três Cortes e simplesmente me apaixonei.
    Só ouço elogios a série Trono de Vidro. Achei a premissa bem interessante. O que me assusta Ium pouco é a quantidade de livros da série.
    Achei Celeana bem emponderada assim como Feyre.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Priscilla.

    Acho que juntamente com o amadurecimento da personagem, consequentemente vem os desafios pela frente, rumo ao seu alvo, que ela com certeza não medirá esforços para alcançá-lo com bastante destreza.

    ResponderExcluir
  3. Essa série parece ser bem enérgica pelo visto. Cheia de aventuras e mistérios que a protagonista deve enfrentar. É bom quando lemos uma sequência que nos faz querer devorar o livro e ficar ansiosos por mais. Gosto de elementos da fantasia numa história de guerra!!

    ResponderExcluir
  4. A saga do Trono de Vidro é muito bem vista entre os leitores e mesmo ainda não tendo lido o primeiro livro, gostei demais de tudo que li acima.
    Adoro o gênero e parece que a autora soube conduzir todo o enredo, sem deixa a leitura maçante ou igual.
    Parece ser o tipo de livro que se a gente piscar, perde algum detalhe!
    Espero poder ler os dois livros em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá Priscilla!
    Acompanho algumas resenhas sobre a série e confesso que estou com mto interesse me ler os livros, eu ganhei um dles mas antes preciso ler os anteriores, estou curiosa pra conhecer a história e a escrita da autora, espero conseguir em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi Priscilla.
    Ainda não li a série, mas tenho os livros 1 e 2 na estante. Acho a premissa muito interessante, mas depois penso na quantidade de livros (são 7?) e eu desanimo de ler.
    É bom saber que o segundo livro tem várias reviravoltas e um final surpreendente.
    Vou tentar dar uma chance a série. Li Corte de espinhos e rosas e gostei bastante da escrita da autora.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Tô terminando dos livros de Corte de espinhos e me perguntando porque raios não li mais coisa dela ainda! A escrita da autora é muito boa. E se nesse volume for como a série que estou lendo, de ter aquela boa guinada no segundo livro e mais coisas que deixam a gente louco por mais só posso imaginar que gostoso deve ser ler. Por tudo que já vi dessa série fiquei bem curiosa com a Celaena porque ela parece daquelas personagens que tem muito a ser descoberto, a cada hora você vai vendo novas camadas e tem novos desenvolvimentos e coisas assim. Muita aventura pela frente. Quero ver se consigo ler essa bendita série dela esse ano também.

    ResponderExcluir
  8. Conheci a escrita da Sarah esse ano, e foi uma excelente surpresa descobrir ACOTAR, mas confesso que Trono de vidro não me desperta tanto interesse.
    Pelo visto Sarah é rainha nas sequências, o primeiro não é tão empolgante mas os outros nos pegam de jeito.
    Foi bom saber um pouco sobre esse livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Priscilla,
    Ainda estou no inicio da saga da Selaena, conclui a leitura do primeiro livro recentemente e não vejo a hora de dar seguimento a série. Muitas coisas ficaram indeterminadas no livro anterior, principalmente com relação ao gênero da história, mas é bom ver que em Coroa da meia-noite as coisas ficam mais esclarecidas, então agora já sei o que esperar. Fica evidente a amizade da protagonista com Chaol, agora nos resta saber onde isso irá chegar. Já com Dorian acho que pode ser mais complicado, pois o personagem tem muito com o que lidar e os sentimentos talvez tenham que ser deixados de lado para cumprir seu dever. E como não gosto de triângulos amorosos, não estou muito interessada nesta parte da história, quero mais é ver a assassina em ação e desvendando os mistérios que acercam a trama.

    ResponderExcluir
  10. Oi Pri.
    Apesar de estar lendo pouca fantasia ultimamente me surpreendi bastante com a autora, principalmente pelo poder feminino que seus livros trazem... Livros do gênero tem sempre que ser trabalhados freneticamente para prender o leitor, pelo menos comigo, que bom que esse soube realizar isso, espero que o próximo como fechamento seja tão bom quanto.
    Acho as capas incríveis!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Priscila!
    Não li ainda nenhum dos livros dessa série, e quero tanto.
    No Mochilão da Record eles falaram sobre ele e fiquei fascinada.
    Tenho o primeiro livro aqui, mas ainda não li.
    E bom que o final foi excepcional e dá vontade de ler o próximo.
    Bom domingo!
    “Violência gera violência, os fracos julgam e condenam, porém os fortes perdoam e compreendem.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA ABRIL – ANIVERSÁRIO DO BLOG: 5 livros + vários kits, 7 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  12. Tenho os dois primeiros volumes, mas quero os outros para ler de uma vez ainda mais que li na resenha que não consegue parar a leitura rs. Que bom que nessa sequência a qualidade aumenta, deve ser uma leitura bem envolvente e frenética. Curiosa para conhecer Dorian, adoro personagens misteriosos.

    ResponderExcluir
  13. Oi Priscilla!
    Definitivamente não devemos abandonar nenhuma série dessa autora pelo primeiro livro (li corte de espinhos e rosas e AMEI os dois últimos). Pretendo começar trono de vidro em breve mas estou esperando o tempo certo pois sei que assim que começar não vou conseguir ler nada até terminar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Adoro os livros da Sarah, a escrita dela me conquista, principalmente a inteligencia dela ao criar a serie, como ela vai inserindo coisas simples que no final tem muito sentindo e principalmente por ela não seguir aquele esquece usual de escrita, pois sempre temos algo acontecendo nesse livro, o que da impressão de que estamos lendo mais de um livro, gostei muito de todos seus personagens, mas esse foi o que me fez ir gostando menos do Chaol !!

    ResponderExcluir
  15. Serei julgada, mas vamos lá, não sou muito fã de fantasia. Não é um gênero que me atrai muito e apesar de ter até alguns que a história me atraiu muito, essa série não chamou minha atenção. Todo o hype envolta dela me deixa mais desanimada ainda. Sem contar que a maioria das fantasias acabam sendo série e eu adoro livros únicos. Vejo muitos elogios a essa série e fico feliz que a qualidade só vai aumentando a cada livro, isso provavelmente deixa os fãs felicíssimos. E o importante é lermos aquilo que gostamos. Pode ser que um dia eu sinta vontade de ler, quem sabe, né?

    ResponderExcluir
  16. Oi, Priscilla!!
    Realmente não devemos abandonar uma série depois de ler só o primeiro livro. Adoro os livros da Sarah J. Maas, e gosto muito dessa série em particular as capas são lindas e a história prende bastante.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  17. Da Sarah, só li O Trono de Vidro e fiquei encantada pela personagem, uma assassina. Esse não é o plot que predomina a literatura hj em dia, pelo contrário, as mocinhas são sonsas e sem graça, por isso esse livro me chamou tanto a atenção. Quero poder dar continuidade a série muito em breve, quero ler todos os livros dela hahahahaha

    ResponderExcluir
  18. Conheço a série, mas ainda não tive a oportunidade para ler. Acho legal e interessante as histórias. São tantos livros para começar a ler que nem sei por onde começar.

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©