Laura Dean Vive Terminando Comigo | Mariko Tamaki & Rosemary Valero-O’Connell

 
Alguém que vive terminando com você realmente te ama? Esse é o dilema dos relacionamentos líquidos modernos que é o pano de fundo dessa doce e encantadora história em quadrinhos canadense. Cheia de ilustrações primorosas e com uma leveza diferenciada, é uma excelente leitura para começar as metas literárias de um ano, com risadas, raros momentos tristes e com uma pedida de atenção a questões que vão além da liquidez que já anunciava Baumann. 

Logo no começo, conhecemos Freddy Riley, uma garota asiática com um grupo de amigos incríveis, um trabalho, um ensino médio extraordinariamente comum... Se não fosse pelo fato de sua paixão, Laura Dean, viver terminando com ela e colocando-a em situações dolorosas, o que a faz crer que amor e dor devem sempre andar juntas. Para confirmar essa e outras questões, ela decide pedir conselhos da famosa colunista de relacionamentos, Anna Vice. 
 

Assim, as tirinhas tem uma narrativa em primeira pessoa com os emails enviados à Anna Vice por Freddy, sobre seu complicado relacionamento lésbico. E assim, surgem questões dela e de seus amigos, como homofobia, relacionamentos LGBTQIA+, traições, monogamia e poliamor. E o melhor é que todas essas questões são retratadas com ilustrações que, como diz o ditado, valem mais que mil palavras. Não é um livro que vai problematizar essas questões, é uma HQ que vai levantar as reflexões e deixar o leitor escolher livremente como se sentir diante delas. 

Apesar de ser uma história de ensino médio, as questões de relacionamentos são como os da vida de qualquer adulto e certamente você já passou ou passará pelas incertezas e garantias de Laura e Freddy. E se não, a história de Doodle, Buddy e Eric estarão lá para te ensinar algo. 


Também é preciso lembrar que não é um livro com um grande clímax ou virada de chave, é apenas um livro morninho sobre amor adolescente, amizade e auto cuidado. Acredito que houve uma tentativa das autoras de criar algum clímax com a Doodle, mas é algo passageiro e monótono que acontece no meio do livro. Entretanto, essa falta de ponto alto da história não a torna ruim, apenas uma ficção com um formato diferente, mas com seu devido valor. 

Se alguém me perguntasse o primeiro motivo para ler o livro, certamente são as lições de relacionamento que aparecem ao redor da história, que nos esquecemos quando crescemos ou estamos apaixonados, são muito boas e entregues de um jeito leve. Segundo motivo seria a diagramação moderna, com telas de celulares e mensagens de texto, que dá um toque muito jovial à HQ. Em terceiro lugar, estaria a nada menos incrível ilustração que se une ao enredo perfeitamente, com sua paleta de preto branco e rosa bebê. Por fim, a leveza da história e a forma como os personagens conseguem se tornar amigos imaginários logo nas primeiras páginas é surreal. 

Título Original: Laura Dean Keeps Breaking Up with Me
 Autores: Mariko Tamaki & Rosemary Valero-O’Connell
Tradução: Rayssa Galvão ✦ Páginas: 304 ✦ Editora: Intrínseca
Livro recebido em parceria com a editora

Postar um comentário

13 Comentários

  1. Não tenho tanto o costume de ler hqs mas de uns tempos pra cá tenho adicionado muuitas na minha lista de "para ler". Espero conseguir ler algumas esse ano. Essa também tenho muita vontade, acho que a leveza da historia traz uma certa facilidade pra atingir os jovens que também se aborda temas necessarios né, como um relacionamento pode ser toxico. Quero muito ler, e essa paleta de preto branco e rosa bebê deixa mais lindo!

    ResponderExcluir
  2. Aaahhhh!
    Um dos meus super desejados!!!!
    Como eu quero embarcar nessa história aparentemente simples morna mas que nos faz refletir e muito

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Adorei a sua resenha! Confesso, que não sou muito de ler quadrinhos, mas a história desse parece ser bem legal. Gostei bastante de suas impressões a respeito da obra e, com certeza, essa parece ser uma ótima obra para começar a embarcar nos quadrinhos.
    Dica anotada!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Namorando essa Graphic demais!! Coisa mais linda o jogo de cores, as ilustrações.
    A Intrínseca arrasou demais.
    E mesmo se tratando de um jeito mais juvenil de tratar o amor, disso de deixar os "parceiros" e brincar de certa forma com as pessoas.
    Mulheres podem machucar sim!
    Espero de coração, poder ter essa lindeza em mãos o quanto antes!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  5. Olá! Parece ser aquela história que mesmo com a sua leveza nos fará refletir bastante, afinal trata de relacionamentos, algo que definitivamente não é fácil de lidar, ainda mais nessa fase da vida.

    ResponderExcluir
  6. Olá My!
    Como já dizia Cassandra Clare: "amar é destruir e ser amado é ser destruído", e é bem por aí mesmo. Como é na adolescência que a maioria dos relacionamentos começa achei muito boa a escolha das autoras, também gostei da representatividade e por ser uma HQ acho mais fácil de conquistar o púbico jovem. Não sou fã de ilustrações monocromáticas mas esse toque de rosa bebê deu um charme para os desenhos, ficou lindo demais!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Fiquei muito curiosa com esse livro, assim que o vi no seu instagram. Mesmo com a capa lindíssima, não esperava que fosse uma HQ. Muito bom ela abordar diversos temas importantes! As "lições de relacionamento" parecem ser interessantes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Achei legal esse monte de temas sobre relacionamento, sexualidade e coisas do coração. Por ser nessa idade e a leveza que isso acaba trazendo também ajuda na hora de falar sobre tudo isso. A gente reflete e ri e se diverte e chora junto. As emoções passam por várias fases e isso é bem legal. Parece um livro fácil e gostoso de ler, ainda mais por ser hq. Fica tudo mais interessante de acompanhar.

    ResponderExcluir
  9. ola
    a ilustraçao está bem bonita mesmo ,que bom que curtiu essa hq,

    esse é um tipo de enredo que não me atrai ,nem o tipo de publicaçao que é hq.

    ResponderExcluir
  10. Oi My!
    Não leio HQ mas gostaria de ter esse na minha estante. Achei a arte linda e a história é do tipo que gosto haha
    Beijos

    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  11. Olá, My
    Amo essa capa e as cores usadas são lindas!
    O tema sobre relacionamentos assim tóxicos como de Fred e Laura Dean é abordado de uma maneira rasa, mas que trás reflexão. E tem a leveza das amizades.
    Quero muito poder ler, beijos.

    ResponderExcluir
  12. My!
    Tão importante discutirmos os relacionamentos adolescentes e ligados a diversidade.
    Deve ser uma HQ muito expressiva, ainda mais com esse layout todo em preto, branco e rosa bebê.
    Mesmos sem grandes picos de clímax, mas nos faz pelo menos relembrar os conflitos da adolescência.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  13. oiiie, não sou muito de ler HQ mas alguns até me chama atenção para ler. Eu estou bastante curiosa para ler esse até porque a capa me chama muito atenção. Ao ler sobre a trama fiquei com mais vontade ainda, até porque vai retratar coisas que qualquer um já passou na vida.

    Blog: Tempos Literários

    ResponderExcluir