9 de dezembro de 2018

Resenha: Filha da Fortuna

Abandonada ainda bebê no Chile do século XIX, Eliza Sommers foi criada por uma prestigiosa família inglesa em Valparaíso, onde se apaixonou por Joaquín Andieta, um dos empregados do tio adotivo. A descoberta de ouro na Califórnia em 1849 mobiliza metade do país, que não hesita em içar velas e correr atrás da fortuna — inclusive Joaquín, que lhe promete um casamento tão logo volte com os bolsos cheios de ouro.
Mas Eliza não está disposta a esperar e parte clandestinamente para a Califórnia em busca de seu amado. Viajando escondida no porão de um veleiro na companhia de homens e mulheres atraídos pela febre do ouro, a jovem conhece Tao Chi'en, um médico chinês que a conduz por uma inesquecível jornada pelos mistérios e contradições da condição humana.
Retrato vibrante de uma época marcada pela violência e pela cobiça, Filha da Fortuna é um livro sobre a redescoberta do amor, da amizade, da compaixão e da coragem, e é povoado de personagens que ficarão para sempre na memória e no coração dos leitores.

Titulo Original: Hija de la Fortuna
Autora: Isabel Allende
Páginas: 378
Tradução: Mario Pontes
Editora: Bertrand Brasil
Livro recebido em parceria com a editora

Meu primeiro contado com Isabel Allende foi com o livro Muito Além do Inverno, que apesar de não ter sido o melhor livro que li em minha vida, explica muito bem a fama da autora. Filha da Fortuna é um clássico que narra a história de Eliza Sommers, uma jovem chilena que foi criada por uma rica família inglesa em Valparaíso. Miss Rose Sommers deu tudo do bom e do melhor para a filha adotiva, que teve, inclusive, acesso a uma educação que outras meninas daquela época não tinham. Então, quando Eliza se apaixona por Joaquín Andieta, um dos empregados do tio adotivo, ninguém imaginava que ela deixaria tudo o que aprendeu para embarcar nas aventuras do amor.

5 de dezembro de 2018

Resenha: Dando um Tempo

 Amy e Hugh vivem o que se pode chamar de casamento perfeito, e apesar de o dinheiro ser curto e o estresse ser muito, sua vida segue uma rotina confortável... até que a morte do pai e de um grande amigo desencadeia em Hugh uma intensa crise durante a qual ele decide que precisa dar um tempo de tudo, sobretudo da vida a dois, e parte rumo ao sudeste asiático, por onde viajará por seis meses. Incapaz de fazer o marido mudar de ideia, Amy sabe que muita coisa pode mudar nesses seis meses. Quando Hugh voltar — se voltar —, será ainda o mesmo homem com quem se casou? E será ela a mesma mulher? Afinal, se ele está dando um tempo do casamento, ela também está, não é?

Título Original: The Break
Autora: Marian Keyes
Tradução: Carolina Simmer
Páginas: 588
Editora: Bertrand Brasil
Livro recebido em parceria com a editora
Compre aqui

Fã confessa de livros com temáticas pesadas, sempre fugi da obra de Marian Keyes, ao mesmo tempo que a curiosidade por uma best-seller invicta me atraía magneticamente. De fato, não foi a melhor leitura da vida, mas me tirou do limbo da dúvida se gostaria ou não. E, como prometido, a escrita da autora é fluida, rápida de ler e incrivelmente bem humorada. Neste novo livro, a abordagem do fim de relacionamento ganhou uma roupagem totalmente inusitada. Confesso que me diverti bastante, mas ainda continuo uma admiradora de leituras mais propositadas e não tão fast-reading. 

3 de dezembro de 2018

Resenha: Como Num Filme

As regras são claras... Até o momento em que são quebradas. Neste livro da série Recomeços, conheça a história de Ethan. As únicas coisas que o mauricinho Ethan e a rebelde Stephanie têm em comum são o curso de cinema na Universidade de Nova York e o roteiro que precisam desenvolver juntos. Mas, quando a proposta de recriar clássicos de Hollywood se confunde com a realidade, eles acabam se tornando os protagonistas de uma história de amor digna de Oscar! Ela quer um quarto confortável em uma boa casa. Ele quer ficar longe de sua ex. Eles precisam de uma boa nota. Convencidos a ajudar um ao outro, os dois entram em um acordo: Stephanie será a namorada de mentirinha de Ethan enquanto ele a deixa morar em seu apartamento. Para isso, ela deverá fingir ser uma perfeita lady: discreta, arrumadinha e, claro, completamente apaixonada… igualzinha à personagem do filme que estão criando. Contudo, à medida que os dois se aproximam, Ethan se vê completamente apaixonado pela garota cheia de mistérios e contradições ao seu lado. Agora, ele vai ter que decidir: será que seus sentimentos são pela Stephanie de verdade? Ou apenas pela versão que ele criou?

Título Original: Isn't She Lovely
Autora: Lauren Layne
Páginas: 224
Tradução: Lígia Azevedo
Editora: Paralela
Livro recebido em parceria com a editora

Vocês já leram aqueles livros ou assistiram a um filme em que os protagonistas fingem ser um casal por algum motivo? Alguns fingem para a família, ou para fugir de um ex-namorado ou por causa de uma aposta... Se sim, então não encontraram muita novidade por aqui, porque o enredo desse livro gira em torno de um casal que faz exatamente isso.

1 de dezembro de 2018

Top Comentarista: Dezembro 2018


Então chegamos ao último top comentarista do ano. Foi muito, muito bom ter vocês durante 2018 e espero de verdade que continuem comigo em 2019! Como sempre, a pessoa que ganhar o top comentarista poderá escolher um livro no valor de até trinta reais. Muito bom para desafogar um pouco a lista de presentes de Natal, num é mesmo? O período de inscrições vai de 01/12/2018 ao dia 01/01/2019, sempre lembrando que este último dia é apenas para vocês regularizarem os comentários.

29 de novembro de 2018

Resenha: Amor nas Highlands

Graeme, Visconde de Maxton e líder de um clã nas Highlands, possui mais inimigos do que amigos, incluindo seu vizinho, o temido Duque de Lattimer. Apesar disso, Graeme só pensa no bem-estar de seu povo e não procura confusão com os outros clãs. Mas quando seus estúpidos irmãos mais jovens sequestram Lady Marjorie, a irmã do duque, todos os planos de Graeme vão por água abaixo…
Marjorie Forrester é, por consequência, uma inimiga de seu clã, e capturá-la deixa Graeme no meio de um impasse: se entregá-la ao chefe do clã Maxwell, a jovem pode ser morta; se a deixar ir embora, seus irmãos poderão ser condenados. E se entregá-la ao Duque de Lattimer, Graeme é quem acabará morto.
O que o highlander deve fazer, além de manter a garota por perto até pensar no próximo passo? E como conter a atração inesperada que está surgindo entre eles?
Em Amor Nas Highlands, da autora best-seller do The New York Times Suzanne Enoch, você descobrirá o que o amor e a guerra têm em comum, e como a paixão pode surgir das formas mais improváveis.

Título Original: My One True Highlander
Autora: Suzanne Enoch
Páginas: 256
Tradução: A. C. Reis
Editora: Gutenberg
Livro recebido em parceria com a editora
Compre aqui

Quem me conhece nessa longa jornada como blogueira literária sabe que não tenho muita afinidade com romances de época, simplesmente porque eu detesto o modo como as histórias se encaminham. Para mim, o gênero tem tudo de errado que um romance pode ter. Falando de Amor nas Highlands, por exemplo, a protagonista é sequestrada e acaba se apaixonando pelo homem que a mantém em cativeiro. Na realidade, vários romances de época que li seguem uma linha de raciocínio parecida e a romantização dessas coisas me incomoda bastante. 

27 de novembro de 2018

Resenha: International Guy — Paris, Nova York, Copenhague

International Guy é a agência de Parker Ellis, um dos maiores especialistas do mundo em vida e amor, que tem como missão ajudar as mulheres em questões tão diversas quanto se sentir sexy e poderosas, aprender a administrar um império empresarial ou conquistar o homem dos seus sonhos. Parker e seus dois sócios atendem mulheres ricas do mundo todo, como atrizes de Hollywood, membros da realeza e CEOs de multinacionais bilionárias. E, às vezes, eles não podem evitar que as coisas esquentem e vão parar na cama de suas clientes. Literalmente. Parker adora sua vida de playboy e não está procurando compromisso. Afinal, há um mundo inteiro à sua frente: os negócios o levam de Paris a Milão, de Berlim ao Rio de Janeiro. Mas, conforme ele pula de cidade em cidade — e de cama em cama , é possível que acabe encontrando mais que sexo ao longo do caminho... Neste primeiro volume, a International Guy vai a Paris para ajudar uma jovem herdeira a assumir o controle da própria vida. A próxima parada é Nova York, onde a atriz mais badalada do momento precisa reencontrar a paixão pela profissão. A viagem termina em Copenhague, com uma princesa que está jogando sujo para escapar do destino.

Título Original: International Guy — Paris, New York, Copenhagen
Autora: Audrey Carlan 
Páginas: 376
Tradução: Sandra Martha Dolinsky
Editora: Verus  
Livro recebido em parceria com a editora

A nova série da Audrey Carlan, autora de A Garota do Calendário, nos leva para o mundo luxuoso que é a empresa International Guy, criada por três amigos que se conheceram na faculdade: Parker, o mago dos sonhos; Bogart, mago do Amor e Royce, o mago do dinheiro. Eles, com todos seus conhecimentos em suas respectivas áreas, ajudam mulheres que precisam, independente do problema ou circunstância.
 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©