21 de janeiro de 2019

Resenha: Um Dia em Dezembro

Laurie não acredita em amor à primeira vista. Afinal de contas, a vida não é a cena de um filme romântico. Mas, então, em uma manhã de dezembro fria e com neve, o ônibus de dois andares em que voltava para casa para em um ponto. Ao olhar para baixo, ela o vê. Por um segundo transcendental, seus olhos se encontram... e então o ônibus começa a andar. Depois de muitos meses com a esperança de cruzar novamente com ele, Laurie acha que nunca mais verá o garoto do ônibus.
No entanto, um ano depois, em uma festa de Natal, sua melhor amiga, Sarah, apresenta o novo namorado, o grande amor de sua vida. Para seu profundo desespero e surpresa, ele é ninguém menos que o garoto do ônibus. Determinada a esquecê-lo, Laurie segue com sua vida. Mas e se o destino tiver outros planos?

Título Original: One Day in December
Autora: Josie Silver
Páginas: 392
Tradução: Carolina Simmer
Editora: Bertrand Brasil
Livro recebido em parceria com a editora
Compre aqui

Eu nunca fui de ler livros temáticos. Quando chega Natal e Ano Novo, vejo muitas pessoas lendo histórias sobre o tema, mas nenhuma nunca me chamou atenção. Resolvi ler Um Dia em Dezembro por puro golpe de sorte, só porque recebi em uma das edições da caixinha Very Important Book, do Grupo Editorial Record. É mais um clichê de Sessão da Tarde, mas não daqueles gostosinhos que a gente gosta de ver sempre que passa. "Mais do mesmo" é a expressão perfeita para essa história, mas acrescentando alguns defeitinhos. 

18 de janeiro de 2019

Resenha: A Duquesa

A saga de uma jovem bem-nascida, que se vê sozinha no mundo e é obrigada a embarcar em uma jornada de sobrevivência e sensualidade em busca da tão sonhada justiça.Angélique Latham cresceu no esplendoroso Castelo Belgrave, na Inglaterra, e foi criada sob a tutela e o carinho do pai, o duque de Westerfield. Aos 18 anos, ela é a menina dos olhos do duque, mas, assim que ele morre, seus meios-irmãos mais velhos lhe viram as costas, abandonando-a completamente. Porém, com sua inteligência aguçada, uma beleza arrebatadora e um baú de dinheiro que seu pai lhe deu em segredo no leito de morte, ela fará de tudo para sobreviver. Sem conseguir arrumar emprego por não ter uma carta de referência, mesmo depois de um tempo trabalhando como babá, Angélique tenta a sorte em Paris. E é lá que o destino coloca em seu caminho uma prostituta, vítima dos maus-tratos de Madame Albin. Ao ajudar a jovem, Angélique vê uma oportunidade: abrir um bordel de luxo para atender aos homens mais abastados da cidade e onde pudesse proteger essas mulheres. Logo, o elegante Le Boudoir, um lugar onde os homens poderosos podem satisfazer seus desejos mais secretos com as companhias mais sofisticadas, se torna a sensação de Paris. Mas, vivendo na iminência de um escândalo, Angélique conseguirá algum dia recuperar seu lugar no mundo?Da Inglaterra do século XIX, passando por Paris e Nova York, Danielle Steel retrata uma época de luta das mulheres em uma sociedade predominantemente masculina ao contar a história inspiradora de uma cativante dama de espírito revolucionário.

Título Original: The Duchess
Autora: Danielle Steel
Páginas: 335
Tradução: Andréia Barboza
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a editora

Sou uma grande fã de livros de época. Quando recebi A Duquesa fiquei muito ansiosa para ler. Sinto informar que, infelizmente, não foi uma leitura, já que não passei da página 100 do livro. O livro narra a vida de Angélique Latham, uma jovem órfã de mãe desde bebê e que teve que sofrer a morte do pai, um home bastante gentil e amoroso, bem nova. 

16 de janeiro de 2019

Resenha: Moxie

Vivian Carter está cansada. Cansada da direção da escola, que nunca acha que os jogadores do time de futebol estão errados. Cansada das regras de vestuário machistas, do assédio nos corredores e dos comentários babacas dos caras durante a aula. Mas, acima de tudo, Viv está cansada de sempre seguir as regras.
A mãe de Viv era dura na queda, integrante das Riot Grrrls nos anos 90. Inspirada por essas histórias, Viv pega uma página do passado da mãe e cria um fanzine feminista que distribui anonimamente para as colegas da escola. É só um jeito de desabafar, mas as garotas reagem.
Logo Viv está fazendo amizade com meninas com quem nunca imaginou se relacionar. E então ela percebe que o que começou não é nada menos que uma revolução feminista no colégio.

Título Original: Moxie
Autora: Jennifer Mathieu
Páginas: 288
Tradução: Ana Guadalupe
Editora: Verus
Livro recebido em parceria com a editora

Quando eu era adolescente, não existia tanta informação sobre o feminismo por aí — ou, se existia, poucas meninas tinham acesso. Eu fico muito, muito feliz quando leio livros sobre o assunto que têm como público alvo os adolescentes. É o caso de Moxie, uma história sobre resistência feminina em um ambiente escolar machista e misógino. O mais legal de tudo é que a trama de Jennifer Mathieu é exatamente o que acontece em diversos lugares, e a forma simples como ela usa os termos só deixa o acesso ao tema mais fácil. 

14 de janeiro de 2019

As Decepções Literárias de 2018


Existe uma realidade na vida de leitores assíduos: vai chegar um momento que a gente vai ler um livro e pensar "misericórdia, Senhor, que bomba", e tá tudo bem, é super normal! É claro que o que é ruim para mim, não necessariamente é ruim para o outro, mas é extremamente importante respeitarmos todas as opiniões. Tendo isso em mente, apresento a vocês a minha pequena lista de piores leituras de 2018 — com todo o respeito.

11 de janeiro de 2019

Resenha: Um Acordo Pecaminoso

Lady Pandora Ravenel é muito diferente das debutantes de sua idade. Enquanto a maioria delas não perde uma festa da temporada londrina e sonha encontrar um marido, Pandora prefere ficar em casa idealizando jogos de tabuleiro e planejando se tornar uma mulher independente.
Mas certa noite, num baile deslumbrante, ela é flagrada numa situação muito comprometedora com um malicioso e lindo estranho.
Gabriel, o lorde St. Vincent, passou anos conseguindo evitar o casamento, até ser conquistado por uma garota rebelde que não quer nada com ele. Só que ele acha Pandora irresistível e fará o que for preciso para possuí-la.
Para alcançar seus objetivos, os dois fazem um acordo curioso, e entram em uma batalha de vontades divertida e sensual, como só Lisa Kleypas é capaz de criar. 

Título Original: Devil in Spring
Autora: Lisa Kleypas
Páginas: 304
Tradução: Ana Rodrigues
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora

Terceiro livro da série Os Ravenels escrita pela autora Lisa Kleypas, Um Acordo Pecaminoso foi o volume mais divertido até agora. Sou apaixonada por livros de época e esta série me prendeu de um jeito que fico desesperada a cada lançamento. Eu estava muito ansiosa para ler a história dessa protagonista, a mais revolucionária das irmãs Ravenel. 

9 de janeiro de 2019

Resenha: Pôr do Sol no Central Park

Após o grande sucesso do livro Amor em Manhattan, Sarah Morgan retorna às livrarias brasileiras com este novo romance da série “Para Nova York, Com Amor”, que vai aquecer seu coração.
Frankie Cole e suas duas melhores amigas inauguraram um novo negócio em Manhattan que está sendo um sucesso. Frankie é designer e ama trabalhar com paisagismo de jardins suspensos nos telhados dos arranha-céus da cidade. Entre amizades verdadeiras e um trabalho gratificante, ela tem tudo para ser feliz. Frankie nunca deu muita atenção às relações românticas, sempre preferindo focar em si e no trabalho. Ela e Matt, irmão de sua melhor amiga, se conhecem há anos, mas nunca tiveram nada além de amizade. Até que ele descobre novas coisas sobre a mulher que pensou conhecer tão bem, e decide que não quer passar mais nenhum dia longe dela. Matt sabe que Frankie se mantém segura por trás de sua barreira emocional, mas fará de tudo para superar os bloqueios e conquistá-la.

Título Original: Sunset in Central Park
Autora: Sarah Morgan
Páginas: 268
Tradução: William Zeytoulian
Editora: Harlequin Brasil
Livro recebido em parceria com a editora

Segundo livro da Série Para Nova York, com Amor, Pôr do Sol no Central Park me surpreendeu com um romance inexplicável, cheio de momentos de tensão. O melhor de tudo é que o casal se conhece desde criancinha e passaram anos sem perceber que o amor estava bem debaixo do nariz deles. O que eu mais gosto nesse tipo de livro é que o romance não acontece de uma hora para outra, que é o que acontece na maioria dos casos.
 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©