Livros Para Presentear no Natal: Indicações do Roendo Livros - Roendo Livros

11 de dezembro de 2018

Livros Para Presentear no Natal: Indicações do Roendo Livros


Às vezes é bem difícil para mim acreditar que o Natal já está chegando — e que tudo o que a gente anda vendo por aí é sobre o Natal. Para mim, é uma das épocas mais especiais do ano e, portanto, a minha data festiva preferida. Eu amo ganhar presentes, mas também amo presentar, principalmente quando o mimo em questão é um bom livro. Pensando nas pessoas que também amam literatura, perguntei para todos os integrantes do Roendo Livros qual livro eles dariam para uma pessoa especial no Natal. Talvez sirva de inspiração para vocês!

Ana
Angie Thomas
Editora Galera Record

Starr aprendeu com os pais, ainda muito nova, como uma pessoa negra deve se comportar na frente de um policial.
Não faça movimentos bruscos.
Deixe sempre as mãos à mostra.
Só fale quando te perguntarem algo.
Seja obediente.
Quando ela e seu amigo, Khalil, são parados por uma viatura, tudo o que Starr espera é que Khalil também conheça essas regras. Um movimento errado, uma suposição e os tiros disparam. De repente o amigo de infância da garota está no chão, coberto de sangue. Morto.
Em luto, indignada com a injustiça tão explícita que presenciou e vivendo em duas realidades tão distintas (durante o dia, estuda numa escola cara, com colegas brancos e muito ricos - no fim da aula, volta para seu bairro, periférico e negro, um gueto dominado pelas gangues e oprimido pela polícia), Starr precisa descobrir a sua voz. Precisa decidir o que fazer com o triste poder que recebeu ao ser a única testemunha de um crime que pode ter um desfecho tão injusto como seu início.
Acima de tudo Starr precisa fazer a coisa certa.
Angie Thomas, numa narrativa muito dinâmica, divertida, mas ainda assim, direta e firme, fala de racismo de uma forma nova para jovens leitores. Este é um livro que não se pode ignorar.

Além de ter estreado nos cinemas esse mês, O Ódio Que Você Semeia mostra uma realidade sobre o racismo que talvez muitas pessoas não conheçam, por isso a importância de cada vez mais pessoas terem acesso a ele. É um livro difícil, mas extremamente necessário. 

Alê
Nadia Hashimi
Editora Arqueiro

Filhas de um viciado em ópio, Rahima e suas irmãs raramente saem de casa ou vão à escola em meio ao governo opressor do Talibã. Sua única esperança é o antigo costume afegão do bacha posh, que permite à jovem Rahima vestir-se e ser tratada como um garoto até chegar à puberdade, ao período de se casar. Como menino, ela poderá frequentar a escola, ir ao mercado, correr pelas ruas e até sustentar a casa, experimentando um tipo de liberdade antes inimaginável e que vai transformá-la para sempre. Contudo, Rahima não é a primeira mulher da família a adotar esse costume tão singular. Um século antes, sua trisavó Shekiba, que ficou órfã devido a uma epidemia de cólera, salvou-se e construiu uma nova vida de maneira semelhante. A mudança deu início a uma jornada que a levou de uma existência de privações em uma vila rural à opulência do palácio do rei, na efervescente metrópole de Cabul. A pérola que rompeu a concha entrelaça as histórias dessas duas mulheres extraordinárias que, apesar de separadas pelo tempo e pela distância, compartilham a coragem e vão em busca dos mesmos sonhos. Uma comovente narrativa sobre impotência, destino e a busca pela liberdade de controlar os próprios caminhos.

Nada melhor do que uma história maravilhosa cheia de uma cultura que é tão diferente da nossa. A Pérola Que Rompeu a Concha, apesar de ser uma obra ficcional, é tão realista que parece muito um relato, e tem grande chances de se tornar o livro preferido de alguém.

Ellen
Eliane Brum
Arquipélago Editorial 

Uma repórter em busca dos acontecimentos que viram notícia e das pessoas que não são celebridades. Uma cronista à procura do extraordinário de cada vida anônima. Uma escritora que mergulha no cotidiano para provar que não existem vidas comuns. O mendigo que jamais pediu coisa alguma. O carregador de malas do aeroporto que nunca voou. O macaco que ao fugir da jaula foi ao bar beber uma cerveja. O doce velhinho dos comerciais que é também uma vítima do holocausto. O homem que comia vidro, mas só se machucava com a invisibilidade. Neste livro, você encontra essas e outras histórias extraordinárias da vida real. Ao final, também descobre algo sobre si mesmo.
Essas fascinantes histórias da vida real fizeram sucesso no final dos anos 90, quando as crônicas-reportagens eram publicadas na edição de sábado do jornal Zero Hora. Reunidas agora em livro, formam uma obra que emociona pela sensibilidade da prosa de Eliane Brum e pela agudeza do olhar que a repórter imprime aos seus personagens - todos eles tão extraordinariamente reais que parecem saídos de um livro de ficção.

Eliane Brum é uma jornalista e escritora impecável, isso porque é uma ouvinte maravilhosa. O livro de reportagem A Vida Que Ninguém Vê tem o dom de agradar qualquer tipo de leitor — afinal, nós não gostamos de ouvir (e ler!) histórias?

Jess
Stephen King
Editora Suma

Onde você estava no dia 1º de outubro? O protagonista Clay Riddell estava em Boston, quando o inferno surgiu diante de seus olhos. Bastou um toque de celular para que tudo se transformasse em carnificina. Stephen King - que já nos assustou com gatos, cachorros, palhaços, vampiros, lobisomens, alienígenas e fantasmas, entre outros personagens malévolos - elegeu os zumbis como responsáveis pelo caos desta vez.
Depois de anos de tentativas frustradas, o artista gráfico Clay Riddell finalmente consegue vender um de seus livros de histórias em quadrinhos. Para comemorar, decide tomar um sorvete. Mas, antes de poder saboreá-lo, as pessoas ao seu redor, que por acaso falavam ao celular naquele momento, enlouquecem.
Fora de si, começam a atacar e matar quem passa pela frente. Carros e caminhões colidem e avançam pelas calçadas em alta velocidade, destruindo tudo. Aviões batem nos prédios. Ouvem-se tiros e explosões vindos de todas as partes.
Neste cenário de horror, Clay usa seu pesado portfólio para defender um homem prestes a ser abatido, Tom McCourt, e eles se tornam amigos. Juntos, eles resgatam Alice Maxwell, uma menina de 15 anos que sobreviveu a um ataque da própria mãe.
Os três sortudos - entre outros poucos que estavam sem celular naquele dia - tentam se proteger ao mesmo tempo em que buscam desesperadamente o filho de Clay. Assim, em ritmo alucinante, se desenrola esta história. O desafio é sobreviver num mundo virado às avessas. Será possível?

Tudo bem que o Stephen King lança praticamente um livro por mês, mas Celular é especial! Tem toda aquela viagem sanguinolenta que os livros do rei têm, mas esse aqui fala sobre um poder sobrenatural que todos nós conhecemos, a amizade. Vale muito a pena!

Ju
Bianca Briones
Editora Bertrand Brasil

O mito do Rei Arthur recontado de maneira totalmente original e com protagonistas jovens femininas Quem nunca sonhou em viver na Idade Média com Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda? E se todas as versões já retratadas fossem uma tentativa de Merlin, poderoso feiticeiro do rei, de mudar o destino? O primeiro volume de Sonhos de Avalon traz a história de Melissa, uma jovem do século XXI, predestinada a voltar à Idade Média para se casar com Arthur e salvar a Britânia e a magia. Porém, quando sentimentos são envolvidos os resultados podem ser imprevisíveis. Dividida entre a responsabilidade que lhe foi dada e a voz de seu coração, Melissa terá que tomar uma decisão que mudará sua vida e a de todos que a cercam.

Para quem está procurando um bom livro cheio de mistério e, de quebra, regado a romance, Sonhos de Avalon é a pedida perfeita. A aventura é tão envolvente que é a história para sem a gente nem ver. Perfeito para os fãs de fantasia e muito gostoso de ler!

Lari
Lola Salgado
Editora Harlequin

Sol Leão é uma famosa youtuber de Florianópolis. Apaixonada pela sua “juba”, que dá nome ao canal, a jovem mostra ao mundo seu estilo e sua vida perfeita em vídeos divertidos e calorosos. No entanto, a vida real pode ser um pouco diferente disso, e um jovem com o estranho nome de Júpiter aparece para balançar o mundo de Sol e questionar as certezas que ela achava que tinha.






Para começar, Sol em Júpiter é um livro de ficção nacional que é muito bom. Tem uma premissa um pouco clichê, quase como um filme da Sessão da Tarde, mas muito divertido e que deixa vários ensinamentos legais, como nunca desistir daquilo que a gente sonha. 

Myla
Nathalia Arcuri
Editora Sextante

Ela começou a poupar aos 8 anos, de olho no carro que teria aos 18. Com 24, comprou seu primeiro apartamento à vista e ainda bancou todas as obras de acabamento. Aos 30, pediu demissão do emprego dos sonhos e montou o próprio negócio, um canal no YouTube. Tinha 32 quando conquistou o primeiro milhão de reais – e também o primeiro milhão de inscritos. Aos 35, pretende ter pelo menos 5 milhões (bem) investidos, garantia de independência financeira, ou seja: só trabalhará se quiser, no que quiser e quanto quiser.
A história da jornalista e youtuber Nathalia Arcuri é ao mesmo tempo inspiradora, divertida e instrutiva. Dona de uma inteligência financeira extraordinária, lapidada com cursos de especialização e coachings, Nathalia começou a compartilhar suas táticas para poupar e investir primeiro no blog poupecomSara, em 2014. No ano seguinte, valendo-se de sua familiaridade com as câmeras – foi repórter e apresentadora no SBT e na Rede Record –, lançou o Me Poupe! no YouTube, inaugurando o conceito de entretenimento financeiro.
Neste livro, pela primeira vez, Nathalia explora as causas da dinheiro fobia, um mal identificado por ela que corrói o relacionamento das pessoas com o dinheiro.

Nada melhor que iniciar um novo ano sem dívidas e com dinheiro no bolso, não é mesmo? O melhor de tudo é que Me Poupe! sai daquela coisa tediosa do gênero autoajuda, o que o torna um excelente livro escrito por um influenciador digital. 

Pri
Iain S. Thomas
Editora Sextante

Você sempre me diz que foi bom enquanto durou. Que as chamas mais intensas são as que queimam mais rápido. Ou seja, você via em nós uma vela. E eu via em nós o sol. Escrevi isso pra você é uma coletânea de poemas contemporâneos sobre os diversos momentos do amor: a paixão e o encantamento dos primeiros tempos, o lento afastamento, a solidão a dois, a dor do fim e a esperança de novos começos. Reunindo cerca de 200 textos divididos em quatro partes – Sol, Lua, Estrelas, Chuva –, o poeta sul-africano Iain S. Thomas combina palavras profundas e intensas com fotografias frias e impessoais. O resultado é um livro que provoca uma explosão de sentimentos perturbadores e conflitantes, mas totalmente familiares a qualquer pessoa que já tenha amado e sofrido pelo menos uma vez. Conhecido nas redes sociais pelo pseudônimo pleasefindthis, o autor começou sua trajetória na internet, publicando poemas e fotos em seu blog pessoal. Com o tempo, seu trabalho ganhou repercussão, se transformou em livro e encantou milhares de leitores ao redor do mundo. Com extrema delicadeza, Escrevi isso pra você expõe a natureza frágil das relações humanas e as nuances líricas e obscuras do amor.

Livro perfeito para dar de presente, simplesmente porque é muito difícil errar com poemas tão lindos. É aquele tipo de obra que a gente tem que ter na cabeceira para ler um tantinho por dia. Não se deixe enganar pela sinopse: os textos de Thomas são muito, muito mais. 

16 comentários:

  1. Percebe-se que eu sou doida quando indico de presente de Natal, Celular hahaha melhor livro <3

    ResponderExcluir
  2. Como eu quero ganhar livro nesse Natal! A campanha está firme e forte.
    Das indicações do post os que mais quero ler são as sugestões da Ana (altas expectativas em O Ódio que você semeia) e da Jess mesmo sem nunca ter lido King

    ResponderExcluir
  3. Ana!
    Fez uma seleção sensacional!
    Livros para me presentear no Natal...kkkkk
    “Fé e esperança são as luzes que devem nos iluminar nesta época de reflexão. Boas festas!”
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DEZEMBRO - 7 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. Ando adorando essa enxurrada de indicações de se presentear com livros neste Natal!Tomara que tenha um retorno muito positivo e alguém da minha família(fora eu) faça isso!
    Amei todas as dicas acima e estou doida para ter O Ódio Que Você Semeia e Celular!!!Acho que são os dois que mais desejo!rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho um misto de gosto não gosto dessa época. Por um lado as festividades são legais, mas por outro é aquela coisa de fim de ano que me passa um clima tão blergh, chatinho...sei la.
    Mas as dicas de presente são o que mais adoro ver xD
    Gente, tô besta com esse de o ódio que você semeia. Que boicote o do filme. Tava doida pra ver e não tem em lugar nenhum. O livro é demais e é uma dica ótima, já que filme nao vai dar pra fazer a galera ver. Esse da concha é outro que adoraria ler. Bom pra presentear mesmo. O de sol em Júpiter achei bem fofinho, leria e conheço várias pessoas que iriam gostar. E esse último então é o perfeito pra quem conheço. Não é grande e ainda tem um jeitinho todo especial e diferente. Esse é daqueles livros pra dar pra qualquer pessoa. Adorei as dicas ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii, pois depois do meu aniversário, Natal é a data festiva que mais amo! Amo decorar a casa, amo o significado...
      Fiquei sabendo desse trem do filme, em BH mesmo diz que só um cinema que tava passando! Péssimo, e parece que é muito bom!

      Excluir
  6. Ah, Natal já está quase aí e nem parece, né?
    Gostei das indicações; concordo sobre O ódio que você semeia, e também coloquei na minha lista de indicações.
    Quero ler Os sonhos de Avalon, Bianca tem uma escrita maravilhosa.
    A pérola que rompeu a concha me despertou interesse quando li resenhas, mas acabou sendo esquecido, agora sinto interesse novamente.
    Também quero ler Escrevi isso para você.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Melhor do que presentear com livros só ganhando.
    Gostei das indicações.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. As indicações são maravilhosas!!
    Estou louca pra ler Celular, Escrevi isso pra você e Sol em Júpiter.
    Ahhhh se alguém me desse um livro desse de presente de natal 😍😍💖

    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ana!!
    Adorei as indicações para o natal, gostei muito dos livros O Ódio Que Você Semeia, Celular e Sonhos de Avalon!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. O Natal é uma época muito especial, adorei as indicações! O Ódio Que Você Semeia foi um livro que acabei por esses dias e AMEI DEMAIS. Das outras obras, me interessei por Escrevi isso para você e Sol em Júpiter.

    ResponderExcluir
  11. Fiquei desejando "Celular" e "Sonhos de Avalon". Fantasia e ficção em geral (aí entram terror e suspense) são dois gêneros muito queridos. <3

    ResponderExcluir
  12. Adorei as dicas, quero várioooooos!
    Principalmente O ódio que você semeia, Sonhos de Avalon, Escrevi isso pra você e Sol em Júpiter.
    bjs e boas leituras em 2019!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Ana
    Uma seleção de craques esses livros, um show mesmo.
    Ainda não li nenhum e alguns já estão na minha lista, agora aumentou com mais 2 livros que são: A Pérola Que Rompeu a Concha e A Vida Que Ninguém Vê.

    ResponderExcluir
  14. Adorei a seleção de livros e o meu favorito dessa lista é o ódio que você semeia que para mim foi uma das melhores leituras que eu fiz neste ano gostei de como a autora abordou a questão do racismo e eu espero que esse livro seja muito bem representado no cinema

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Ódio que Você Semeia também foi um dos melhores livros que li em 2018. Eu espero também, e espero que muitas pessoas tenham acesso à ele!

      Excluir