31 de janeiro de 2018

Promoção: CarnaLivros 2018


Não sei vocês, mas este ano eu estou totalmente animada para pular o Carnaval — mas sem deixar as leituras acumularem, é claro! Para não deixar essa data tão característica do nosso país passar em branco, o Roendo Livros se juntou ao Ei Nati e mais quatro blogs parceiros para fazer uma grande festa: seis livros para apenas um ganhador. Confiram!

30 de janeiro de 2018

Resenha: Entre as Estrelas

Um romance futurista surpreendente sobre o impacto do primeiro amor e como nossas escolhas podem mudar o destino de todos ao nosso redor. Perfeito para os fãs Um Dia e Gravidade.
Num futuro não muito distante, após a aniquilação dos Estados Unidos e do Oriente Médio, a Europa nada mais é que uma utopia na qual, a cada três anos, a população se muda para uma nova comunidade multicultural.
Em um desses paraísos, Max conhece Carys, e é amor à primeira vista. Ele logo percebe que Carys é a pessoa com quem deseja passar o resto da vida - uma decisão impossível nesse novo mundo.
Conforme o relacionamento dos dois se desenvolve, a conexão entre o tempo deles na Terra e o dilema atual no espaço vai sendo revelado. À deriva entre as estrelas, com apenas noventa minutos de oxigênio, eles concluem que só um deles tem a chance de sobreviver. Mas quem?

Título Original: Hold Back The Stars
Autora: Katie Khan
Páginas: 280
Tradução: Carolina Simmer
Editora: Bertrand Brasil
Livro recebido em parceria com a editora

Em um universo onde os Estados Unidos e o Oriente Médio se destruíram durante uma guerra — agora as pessoas vivem em comunidades chamadas Vovoidas, pertencentes à uma Europa futurista mas, na minha opinião, nada utópica —, Carys e Max se conhecem, e logo percebem que nasceram um para o outro. Porém, existe uma regra que impede que as pessoas fiquem juntas antes do 35 anos. Assim, os personagens vão tentar, de alguma forma, driblar essa lei para viverem o romance. 

28 de janeiro de 2018

Resenha: Um de Nós Está Mentindo

Cinco alunos entram em detenção na escola e apenas quatro saem com vida. Todos são suspeitos e cada um tem algo a esconder. Numa tarde de segunda-feira, cinco estudantes do colégio Bayview entram na sala de detenção: Bronwyn, a gênia, comprometida a estudar em Yale, nunca quebra as regras. Addy, a bela, a perfeita definição da princesa do baile de primavera. Nate, o criminoso, já em liberdade condicional por tráfico de drogas. Cooper, o atleta, astro do time de beisebol. E Simon, o pária, criador do mais famoso app de fofocas da escola. Só que Simon não consegue ir embora. Antes do fim da detenção, ele está morto. E, de acordo com os investigadores, a sua morte não foi acidental. Na segunda, ele morreu. Mas na terça, planejava postar fofocas bem quentes sobre os companheiros de detenção. O que faz os quatro serem suspeitos do seu assassinato. Ou são eles as vítimas perfeitas de um assassino que continua à solta? Todo mundo tem segredos, certo? O que realmente importa é até onde você iria para proteger os seus.

Título Original: One Of Us is Lying
Autora: Karen M. McManus
Páginas: 384
Tradução: André Gordirro
Editora: Galera Record
Livro recebido em parceria com a editora

Eu nunca fiquei tão feliz por receber uma prova antecipada na vida, primeiro porque eu já estava contando os dias para ler Um de Nós Está Mentindo e segundo porque esta prova veio pelo V. I. B — Very Important Book, uma iniciativa do Grupo Editorial Record onde eles enviam exemplares exclusivos de livros, antes do seu lançamento, para alguns formadores de opinião. Saiba mais sobre o V. I B clicando aqui —, o que fez eu me sentir muito importante, risos. 

25 de janeiro de 2018

Resenha: Saudades dos Cigarros que Nunca Fumarei

Ensaios imprudentes.
O ensaio breve é uma arte que exige graça e agilidade. Gustavo Nogy é, nele, uma espécie de ginasta olímpico. Tem de ser: não há texto neste livro que não dê volteios em torno da dificuldade que é viver aqui, neste mundo, neste país, nestes anos.
O autor ora desfere contra essa mania atual de endeusar os filhos, ora faz você se perguntar por que descer ao litoral no feriado – lentamente, a 20 km por hora no congestionamento – parece uma maneira eficaz de escapar de tudo, se tudo e todos estão indo junto com você. Em um texto, relembra os tapas na nuca que a mãe lhe dava quando ele chorava na escola, como Proust relembrava as suas madeleines – como um sabor inefável e insubstituível perdido no tempo. No texto seguinte, desconcerta com a comparação entre as revistas masculinas e as femininas, e a conclusão de que elas são um bocado parecidas.
Ao final, Gustavo se torna para o leitor um bom amigo. Que provoca, que diz as coisas como as coisas são, que às vezes até ultraja. Mas que nunca perde o humor nem a vontade de ouvir – e a de conversar, em boa prosa.

Título Original: Saudades dos Cigarros que Nunca Fumarei 
Autor: Gustavo Nogy
Páginas: 266
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a editora

Todo mundo passa por aquela fase de experimentar novos gêneros, novos autores e novos estilos. Mas, por mais que o tempo passe, por mais que nossos gostos mudem, alguns gêneros nunca vão nos agradar. Não porque são ruins ou porque não tentamos o suficiente, alguns estilos simplesmente não nos atraem. Saudades dos Cigarros que Nunca Fumarei, para mim, pertence a um desses estilos de livros que nunca vou gostar.

23 de janeiro de 2018

Promoção: Uma História de Verão


Eu sei que a maioria das pessoas amam a estação do ano em que estamos, principalmente porque são os meses de folga para quem ainda tem férias, o que não é o meu caso, risos. Assim, resolvi aproveitar o clima praiano de Uma História de Verão e dar um exemplar de presente para um dos meus leitores, mas dessa vez no Facebook. Para saber como participar, é só continuar lendo.

21 de janeiro de 2018

Resenha: A Pérola que Rompeu a Concha

Filhas de um viciado em ópio, Rahima e suas irmãs raramente saem de casa ou vão à escola em meio ao governo opressor do Talibã. Sua única esperança é o antigo costume afegão do bacha posh, que permite à jovem Rahima vestir-se e ser tratada como um garoto até chegar à puberdade, ao período de se casar. Como menino, ela poderá frequentar a escola, ir ao mercado, correr pelas ruas e até sustentar a casa, experimentando um tipo de liberdade antes inimaginável e que vai transformá-la para sempre. Contudo, Rahima não é a primeira mulher da família a adotar esse costume tão singular. Um século antes, sua trisavó Shekiba, que ficou órfã devido a uma epidemia de cólera, salvou-se e construiu uma nova vida de maneira semelhante. A mudança deu início a uma jornada que a levou de uma existência de privações em uma vila rural à opulência do palácio do rei, na efervescente metrópole de Cabul. A pérola que rompeu a concha entrelaça as histórias dessas duas mulheres extraordinárias que, apesar de separadas pelo tempo e pela distância, compartilham a coragem e vão em busca dos mesmos sonhos. Uma comovente narrativa sobre impotência, destino e a busca pela liberdade de controlar os próprios caminhos.

Título Original: The pearl that broke its shell
Autora: Nadia Hashimi
Páginas: 448
Tradução: Simone Reisner
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora

Em A Pérola que Rompeu a Concha, conhecemos Shekiba e Rahima, duas mulheres que viveram em épocas diferentes, mas vivem uma situação muito parecida. Shekiba é a trisavó de Rahima e viveu no Afeganistão do início do século XX, quando Habibullah Khan era o rei e depois foi substituído por seu filho Amanullah Khan quando foi assassinado. Nesse contexto, as mulheres não tinham direito algum, eram tratadas da forma que melhor servisse aos homens, não podiam sair desacompanhadas de casa (quando o faziam tinha de ser escondido e era considerado uma vergonha para a família).

18 de janeiro de 2018

Resenha: Um Encontro de Sombras

Kell e Lila estão de volta nesta sequência de Um tom mais escuro de magia Quatro meses se passaram desde que a pedra sombria caíra nas mãos de Kell. Quatro meses desde que seu caminho cruzara com o de Delilah Bard. Quatro meses desde que Rhy fora ferido, que os gêmeos Dane foram derrotados e que a pedra fora enviada com o corpo moribundo de Holland, pelo portal, de volta para a Londres Preta. Em diversos aspectos, as coisas quase voltaram ao normal, apesar de Rhy ficar mais tempo sóbrio e de Kell estar sempre assolado pela própria culpa. Inquieto e tendo desistido dos contrabandos, Kell é frequentemente visitado por sonhos sobre acontecimentos mágicos de mau agouro, acordando apenas para pensar em Lila, que desapareceu no píer como sempre desejara fazer. Conforme a Londres Vermelha finaliza as preparações para os Jogos Elementais (uma competição de magia internacional e extravagante com o intuito de entreter e manter saudáveis os laços entre os países vizinhos), certo navio pirata se aproxima, trazendo velhos amigos de volta ao porto da capital. Mas, enquanto a Londres Vermelha está absorta em bajulações e nas emoções dos Jogos, outra Londres está gradualmente voltando à vida, e aqueles que se pensava estarem perdidos para sempre retornaram. Afinal, uma sombra que se esvai no meio da noite reaparece pela manhã, e tudo indica que a Londres Preta se ergueu novamente. Sendo assim, para manter o equilíbrio da magia, outra Londres deve perecer.

Título Original: A Gathering of Shadows
Autora: V. E. Schwab
Páginas: 560
Tradução: Ana Carolina Delmas
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a editora

Um Encontro de Sombras é a sequência de Um Tom Mais Escuro de Magia, de uma das autoras de fantasia mais conhecidas da atualidade: V. E. Schwab. No universo criado pela autora, existem quatro universos paralelos onde a magia existe em diferentes níveis e, em cada um deles, há uma Londres. Esta resenha pode conter spoilers do primeiro livro.

16 de janeiro de 2018

Resenha: A Maldição de Hollow

Quando tinham apenas 10 anos, Fox, Cal e Gage libertaram um demônio aprisionado havia séculos ao fazerem um pacto de sangue sobre a Pedra Pagã. O inocente ritual deu poderes sobrenaturais aos três jovens, mas lançou uma terrível maldição sobre Hawkins Hollow: a cada sete anos, a cidade é dominada por atos de loucura, violência e destruição.
Vinte e um anos depois, esses irmãos de sangue começam a enfrentar mais um ciclo de batalhas contra o demônio, que terá seu auge no sétimo mês. Mas desta vez não estarão sozinhos: ao lado do trio de amigos estão Quinn, Layla e Cybil, três mulheres corajosas ligadas a eles pelo destino.
Fox O’Dell, o advogado da cidade, é capaz de ler mentes, um talento que compartilha com Layla Darnell. A conexão entre eles pode se tornar o trunfo de que o grupo precisa para derrotar as trevas que ameaçam engolir a cidade. Porém, Layla está tendo dificuldade em lidar com sua recém-descoberta habilidade e com a forte atração que sente por Fox.
Em A maldição de Hollow, Nora Roberts dá continuidade à trilogia A Sina do Sete e prepara o leitor para o emocionante clímax dessa batalha sobrenatural em busca da salvação de uma pequena cidade.

Título Original: The Hollow
Autora: Nora Roberts
Páginas: 272
Tradução: Maria Clara de Biase
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a  editora 

A história de A Maldição de Hollow continua exatamente onde parou no volume anterior, Irmãos de Sangue. Porém, neste livro, o foco é nos personagens Fox e Layla, que ainda não formam um casal no início da leitura, mas no decorrer dela vemos que o destino e o futuro unirão estes dois não só para o amor, mas também para acabar com a maldição que assola a cidade de Hawkins Hollow há muitos anos.

14 de janeiro de 2018

Livros Cinco Estrelas de 2017


Os meus posts preferidos do mundo de ler são as retrospectivas literárias, então nada melhor do que manter essa tradição aqui no blog. Em 2017 eu não li tanto quanto gostaria, inclusive li bem menos que todos os outros anos, mas ainda assim foi muito proveitoso. Li muita coisa legal e é sobre essas leituras que vou conversar hoje. Os livros estão em ordem de leitura, não de preferência. 

12 de janeiro de 2018

Resenha: A Fogueira

Com lançamento simultâneo no Brasil e nos EUA, A fogueira é o livro de estreia da atriz Krysten Ritter, protagonista do premiado seriado da Netflix Jessica Jones e conhecida também por seus papéis em Os defensores e Breaking Bad, entre outros filmes e séries. Na trama, Abby Williams é uma advogada de 28 anos especializada em questões ambientais. Hoje uma mulher independente vivendo em Chicago, Abby teve uma adolescência problemática numa cidadezinha no estado de Indiana que até hoje ela luta para esquecer. Mas um caso de contaminação envolvendo uma grande empresa obriga Abby a voltar à pequena Barrens e confrontar seu próprio passado. Quanto mais sua equipe avança nas investigações sobre a Optimal Plastics, mais Abby se aproxima também da verdade sobre o misterioso desaparecimento de sua antiga melhor amiga anos atrás e de outros acontecimentos até então sem resposta.

Título Original: Bonfire
Autora: Krysten Ritter
Páginas: 288
Tradução: Ryta Vinagre
Editora: Fábrica 231
Livro recebido em parceria com a editora

Eu não conheço o trabalho da Krysten Ritter como atriz, pois não sou muito de assistir filmes e séries, mas o burburinho por trás dela e deste livro me deixaram muito curiosa, ainda mais porque ele foi publicado no Brasil e nos EUA ao mesmo tempo. Não sou muito fã de thrillers psicológicos, mas A Fogueira possui uma narrativa ímpar e personagens bem construídos. 

10 de janeiro de 2018

Resenha: Só Escute

Para encarar a verdade, você precisa estar disposta a ouvi-la.
Ano passado, Annabel era a típica “garota que tem tudo” — inclusive era esse o papel que interpretava no comercial de uma loja de departamentos da cidade. Este ano, porém, ela é a garota que não tem nada: não tem mais a amizade de Sophie; não tem uma família feliz desde a descoberta do distúrbio alimentar de uma de suas irmãs; e não tem ninguém com quem passar a hora do almoço na escola. Até conhecer Owen Armstrong.
Alto, misterioso e obcecado por música, Owen é um garoto que vivia se metendo em brigas, mas agora está tentando mudar. Um de seus novos lemas é sempre falar a verdade, não importa qual seja, e jamais guardar ressentimentos.
Será que com a ajuda desse amigo inesperado Annabel vai conseguir encarar a verdade e enfrentar o que aconteceu na noite em que brigou com Sophie?

Título Original: Just Listen
Autora: Sarah Dessen
Páginas: 352
Tradução: Alessandra Esteche
Editora: Seguinte
Livro recebido em parceria com a editora

Annabel Greene é aquela típica menina que todas as adolescentes sonham ou já sonharam em ser um dia: é deslumbrante, super popular, tira apenas notas altas na escola, vive em um ambiente familiar super agradável e a sua carreira de modelo não para de deslanchar. Justamente quando tudo estava o mais perfeito que se pode imaginar, Annabel é flagrada em uma festa com o namorado da sua melhor amiga Sophie. A partir daí, a protagonista passou a ser o novo alvo das crueldades de Sophie no colégio, além de ser julgada o tempo inteiro por todos os outros estudantes.

8 de janeiro de 2018

Promoção: Entre Quatro Paredes


Em Entre Quatro Paredes, somos apresentados ao horror vivido por Grace em seu casamento com Jack Angel, um homem aparentemente perfeito e bondoso, mas que esconde várias coisas. Sei que, assim como eu, vocês ficaram morrendo de vontade de saber o que acontece com Grace e pelo menos um sortudo vai poder matar essa curiosidade. Para isso, é só participar do sorteio e torcer muito para ganhar. 

7 de janeiro de 2018

Resenha: Entre Quatro Paredes

Um thriller sobre um sonho que torna-se pesadelo.
Grace é a esposa perfeita.
Ela abriu mão do emprego para se dedicar ao marido e à casa. Agora prepara jantares maravilhosos, cuida do jardim, costura e pinta quadros fantásticos. Grace mal tem tempo de sentir falta de sua antiga vida.
Ela é casada com Jack, o marido perfeito.
Ele é um advogado especializado em casos de mulheres vítimas de violência e nunca perdeu uma ação no tribunal. Rico, charmoso e bonito, todos se perguntavam por que havia demorado tanto a se casar.
Os dois formam um casal perfeito.
Eles estão sempre juntos. Grace não comparece a um almoço sem que Jack a acompanhe. Também não tem celular, que ela diz ser uma perda de tempo. E seu e-mail é compartilhado com Jack, afinal, os dois não guardam segredos um do outro. Parece ser o casamento perfeito. Mas por que Grace não abre a porta quando a campainha toca e não atende o telefone de casa? E por que há grades na janela do seu quarto?
Às vezes o casamento perfeito é a mentira perfeita.

Título Original: Behind Closed Doors
Autora: B. A. Paris
Páginas: 266
Tradução: Roberto Muggiati
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a editora

Eu não sou muito de ler de suspense e todas as suas subdivisões — não é porque eu não gosto, só prefiro algumas coisas mais leves na maioria das vezes —, mas a sinopse de Entre Quatro Paredes me fisgou completamente. Logo nas primeiras páginas a gente sabe que há algo de errado com o casamento de Grace e Jack Angel, mas sem saber exatamente o quê. Tanto que, no início, eu pensei que o livro retrataria um relacionamento abusivo, mas é muito mais do que isso. Já adianto que é impossível falar sobre esse livro sem dar alguns spoilers, então já fiquem cientes. 

5 de janeiro de 2018

Resenha: Fique Comigo

Jase e Teresa foram destinados a ficar juntos ou a vida os levará a caminhos diferentes?
Teresa Hamilton está tendo um ano difícil - ela está apaixonada pelo melhor amigo de seu irmão, mas ele simplesmente a ignora desde que se beijaram, um beijo verdadeiramente incrível e inspirador. Ela saiu de um relacionamento terrível, e agora uma lesão ameaça terminar sua carreira de bailarina. É hora do Plano B: faculdade. E talvez uma chance de convencer Jase de que o que eles sentem um pelo outro é real.
Jase Winstead guarda um segredo do passado - além da paixão que sente pela linda irmã de seu melhor amigo. Embora ele e Teresa tenham uma atração forte, Jase sabe que suas responsabilidades devem ser prioridade. Certamente não tem tempo para um relacionamento. Entretanto, tudo o que ele consegue pensar é em estar com a única garota que poderia arruinar tudo para ele.
Depois de uma tragédia no campus da faculdade, eles se aproximam mais e mais. É impossível continuar negando seus sentimentos. Jase e Teresa devem decidir o que eles estão dispostos a arriscar para estar juntos e o que estão dispostos a perder se não estiverem...

Título Original: Be with me
Autora: J. Lynn
Páginas: 384
Tradução: Paulo Polzonoff Junior
Editora: Novo Conceito
Livro recebido em parceria com a editora

Fique Comigo é o segundo livro da série Espero Por Você, de J. Lynn (Jennifer L. Armentrout). Aqui conhecemos um pouco sobre Teresa Hamilton, uma jovem que tinha o sonho de se tornar uma bailarina profissional mas teve que seguir seu plano B, pelo menos por um tempo, por causa de uma lesão no joelho. Ela vai para a mesma faculdade que seu irmão, onde reencontra o melhor amigo dele, Jase Winstead, que há um ano beijou Teresa e depois se distanciou sem dar explicações.

3 de janeiro de 2018

As Decepções Literárias de 2017


Na minha opinião, é praticamente impossível uma pessoa gostar de tudo o que lê. E tá tudo bem, gente, é super normal achar um livro, um filme ou qualquer outra coisa meio ruim, é do ser humano. Provavelmente algum de vocês vai discordar completamente de mim em algum integrante dessa lista das piores leituras de 2017, mas vamos lembrar que cada pessoa é uma pessoa e têm opiniões e gostos diferentes, tudo bem?

1 de janeiro de 2018

Top Comentarista: Janeiro 2018


Finalmente começou um novo ano e com ele a esperança de mudanças e uma vida mais calma e feliz. Eu já comecei a fazer vários planos, e vocês? Para começar janeiro com chave de ouro, está no ar o primeiro top comentarista de 2018. A pessoa que ganhar o top comentarista desse mês poderá escolher um livro no valor de até trinta reais, dá para escolher algo bem bacana! O período de inscrições vai de 01/01/2018 ao dia 01/02/2018, sempre lembrando que este último dia é apenas para vocês regularizarem os comentários.
 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©