TAG: Você Tem Esse Livro? — Parte #1


Eu não sei vocês, mas uma das coisas que eu mais amo ver em blogs e canais literários são as famosas tags. Vi a tag Você Tem Esse Livro? no canal do Victor Almeida, o Geek Freak, e achei tão legal que resolvi responder para vocês. A dita cuja foi criada na gringa, mas quem traduziu & modificou foi a Beatriz Paludetto. Espero que vocês gostem!

1. Você tem um livro infantil?
O Touro Ferdinando 
Munro Leaf
Editora Intrínseca
Compre aqui

Publicado originalmente em 1938, O Touro Ferdinando marcou gerações no mundo todo, tendo sido traduzido para mais de 60 idiomas. Com uma narrativa singela, uma união perfeita entre as ilustrações e o texto de humor delicado, o livro conta a história de um touro que, apesar de seu tamanho e sua força, não tem interesse em lutar nas touradas. Tudo que ele quer é cheirar as flores e ficar quietinho no seu canto, mas às vezes o mundo à nossa volta não compreende aqueles que são diferentes da maioria. Um dos maiores clássicos da literatura infantil. A história que deu origem ao filme da Fox, dirigido por Carlos Saldanha.
O primeiro que me veio na cabeça foi O Touro Ferdinando por ter sido o último que recebi. É a coisinha mais fofa do mundo, super singelo e deixa uma mensagem maravilhosa para as crianças.

2. Você tem um livro que você não entendeu?
A Dominação Masculina
Pierre Bordieu
Editora Bertrand Brasil
Compre aqui

Pierre Bourdieu analisa a dominação masculina que sobrevive na sociedade atual, denuncia um modo de pensar pautado pelas dicotomias e oposições, e faz o leitor refletir sobre o tema com olhar crítico indispensável. O autor inverte a relação causa-efeito, afirmando que essa dominação não é biológica, mas uma construção arbitrária do biológico que fundamenta as divisões sexuais aparentemente espontâneas; a biologia e o corpo seriam espaços onde as desigualdades entre os sexos seriam naturalizadas. Por fim, recorre à história das mulheres para mostrar que há mecanismos que podem contribuir para a exclusão feminina, provando que Família, Escola, Igreja e Estado ratificam a ordem social preponderante. A dominação masculina reforça a noção de uma dominação incrustada nos esquemas de pensamento, nos corpos e no que mais for alvo dos símbolos e da linguagem; ou seja, tudo.
Bom, não posso dizer exatamente que não entendi A Dominação Masculina, mas eu tive dificuldade de entender várias coisas. Justamente por isso eu achei que não tinha entendido nada, mas minha orientadora leu minha resenha e disse que fui pelo caminho certo, então... Mas já li vários livros que fiquei bem confusa, como Entropia e o Ladainha, por exemplo.

3. Você tem um livro baseado em outra história fictícia?
A Fúria e a Aurora
Renée Ahdieh
Editora GloboAlt
Compre aqui 

Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Khalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado. Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína da história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga. Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Khalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto.
A Fúria e a Aurora é um dos meus livros preferidos e foi baseado no clássico As Mil e Uma Noites — esse eu não li, mas imagino que também deva ser muito legal. Assim como no clássico, aqui a protagonista Sherazade casa-se com o jovem Khalid, um rei que toma uma esposa por dia e degola cada uma delas ao amanhecer. Mas, obviamente, Sherazade consegue se manter viva por mais de uma noite.

4. Você tem uma série que não finalizou?
As Crônicas de Gelo e Fogo
George R. R. Martin
Editora LeYa
Compre aqui

Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, aceita a prestigiada posição de Mão do Rei oferecida pelo velho amigo, o rei Robert Baratheon, não desconfia que sua vida está prestes a ruir em sucessivas tragédias. Sabe-se que Lorde Stark aceitou a proposta porque desconfia que o dono anterior do título fora envenenado pela manipuladora rainha - uma cruel mulher do clã Lannister. E sua intenção é proteger o rei. Mas ter como inimigo os Lannister pode ser fatal: a ambição dessa família pelo poder parece não ter limites e o rei corre grande perigo. Agora, sozinho na corte, Eddard percebe que não só o rei está em apuros, mas também ele e toda a sua família. Quem vencerá a guerra dos tronos?
Li o primeiro volume de As Crônicas de Gelo e Fogo bem na época que em que a série foi lançada. Acabei ficando muito puta porque meu personagem preferido morreu e jurei que não ia ler mais. Estou relendo A Guerra dos Tronos agora para tentar dar continuidade, veremos.

5. Você tem um livro esgotado? 
A Mulher do Viajante no Tempo
Audrey Niffenegger
Editora Suma

Henry sofre de um distúrbio genético raro. De tempos em tempos, seu relógio biológico dá uma guinada para frente ou para trás, e ele se vê viajando no tempo, levado a momentos emocionalmente importantes de sua vida tanto no passado quanto no futuro. Causados por acontecimentos estressantes, os deslocamentos são imprevisíveis e Henry é incapaz de controlá-los. A cada viagem, ele tem uma idade diferente e precisa se readaptar mais uma vez à própria vida. E Clare, para quem o tempo passa normalmente, tem de aprender a conviver com a ausência de Henry e com o caráter inusitado de sua relação.
Não sei exatamente se esse livro está esgotado, mas lembro de ter indicado pra uma amiga e ela não ter achado em lugar nenhum para comprar. É uma pena, porque a história é maravilhosa. Ainda bem que tem um filme, Te Amarei Para Sempre, que é super fiel ao livro.

6. Você tem um livro em edição de bolso? 
As Boas Mulheres da China
Xinran
Editora Companhia de Bolso
Compre aqui

Entre 1989 e 1997, a jornalista Xinran entrevistou mulheres de diferentes idades e condições sociais, a fim de compreender a condição feminina na China moderna. Seu programa de rádio, Palavras na brisa noturna, discutia questões sobre as quais poucos ousavam falar, como vida íntima, violência familiar, opressão e homossexualismo. De forma cautelosa e paciente, Xinran colheu inúmeros relatos de mulheres em que predomina a memória da humilhação e do abandono: estupros, casamentos forçados, desilusões amorosas, miséria e preconceito. São histórias como as de Hongxue, que descobriu o afeto ao ser acariciada não por mãos humanas, mas pelas patas de uma mosca; de Hua'er, violentada em nome da "reeducação" promovida pela Revolução Cultural; da catadora de lixo que impôs a si mesma um ostracismo voluntário para não envergonhar o filho, um político bem-sucedido; ou ainda a de uma menina que perdeu a razão em conseqüência de uma humilhação intensa. Quando Xinran começou suas entrevistas, o peso de tradições antigas e as décadas de totalitarismo político e repressão sexual tornavam muito difícil o acesso à intimidade da mulher chinesa. Desde 1949, a mídia chinesa funcionava como porta-voz do regime comunista. Rádio, televisão e jornais estatais eram a única fonte de informação, e a comunicação com pessoas no exterior era rara.
Comprei As Boas Mulheres da China há muito anos depois de ter lido Mensagem de Uma Mãe Chinesa Desconhecida. O livro mexeu muito comigo e quis saber um pouco mais sobre o assunto, essa cultura desumana em que as mulheres são menos que nada.

7. Você tem um livro escrito por um autor usando um pseudônimo?
Essa pergunta vou ficar devendo para vocês. Apesar de não ter nenhum exemplar na minha coleção, já li alguns livros escritos por autores usando pseudônimos, como O Chamado do Cuco, Branca dos Mortos e os 7 Zumbis e Precisava de Você.

8. Você tem um livro ilustrado?
Harry Potter & a Pedra Filosofal
J. K. Rowling
Editora Rocco
Compre aqui

Primeiro dos sete livros da série que se tornou o maior fenômeno editorial de todos os tempos, com mais de 450 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Harry Potter e a Pedra Filosofal chega às livrarias brasileiras em 1º de junho em edição ilustrada.
Perfeita para a legião de fãs da série de J.K. Rowling e para as novas gerações que estão descobrindo a leitura, a nova edição é ilustrada por Jim Kay, ganhador da Kate Greenaway Medal, que fez um trabalho minucioso ao recriar o universo de Harry Potter em imagens e cores. Com projeto gráfico sofisticado, o livro, que traz o texto integral de J.K. Rowling, chega às lojas com capa dura, sobrecapa, miolo em papel couché e protegido por uma luva ilustrada.
Tenho alguns livros ilustrados, mas é impossível esquecer essa edição de Harry Potter & a Pedra Filosofal ilustrada tão magnificamente por Jim Kay. Um dia com certeza terei a coleção completa!

9. Você tem um livro que nunca ouviu falar antes?
Memórias de Um Vendedor de Mulheres
Giorgio Faletti
Editora Intrínseca
Compre aqui

1978. Enquanto a Itália vive os dramáticos dias do sequestro do seu ex-primeiro-ministro Aldo Moro, Milão, esgotada pelos confrontos políticos e ameaçada pela criminalidade, prepara-se para se entregar aos prazeres excessivos dos anos 1980. Para a rica sociedade milanesa, que passa os verões em Santa Margherita e Paraggi, as diversões se tornam cada vez mais extremas, em um clima de fim de império.
É nesse ambiente que são conduzidos os negócios de um homem enigmático e fascinante, vítima de uma mutilação causada por sua insolência. Todos o conhecem como Bravo. Ele trabalha com mulheres. Vendendo-as. Sua existência é uma longa noite em claro partilhada com desesperados. O único ser humano com quem parece ter uma relação normal é Lúcio, seu vizinho cego. Em comum, eles têm a paixão pelos criptogramas.
O surgimento repentino de uma garota, Carla, torna a despertar em Bravo sensações que ele acreditava adormecidas para sempre. Na verdade, este é o início de um pesadelo que o transformará em um homem procurado pela polícia, pelo serviço secreto, pelo crime organizado e pelos militantes das Brigadas Vermelhas. Para se salvar, ele poderá contar apenas consigo mesmo. O mundo real exige sua presença e o põe diante da violência do seu tempo. Trata-se de algo tão sinistro que faz seus tráficos torpes parecerem puros como água cristalina.
Nunca tinha ouvido falar nesse livro até encontrá-lo super baratinho em uma promoção na Saraiva. Sério, ele estava por menos de cinco reais em uma época em que eu comprava qualquer coisa que fosse menos de cinco reais, rs.

10. Você tem um livro que foi adaptado pela TV? 
Cidade dos Ossos & Cidade das Cinzas
Cassandra Clare
Editora Galera
Compre aqui 

Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Após testemunhar um enigmático assassinato em uma discoteca, a jovem acabou se envolvendo mais do que gostaria no submundo de Nova York. Agora, a Caçadora de Sombras precisa investigar o coma magicamente induzido de sua mãe, a matança de jovens do Submundo e o roubo da Espada da Alma, acontecimentos estranhamente relacionados a seu irmão, o belo e irritante Jace, e a seu pai, o ex-Caçador de Sombras Valentim.
Sou do time que ficou maluquíssima com Cidade dos Ossos na época em que foi lançado. Li todos os livros emprestados, mas acabei comprando essa edição super linda 2 em 1 um tempo depois. Existe uma série, Shadowhunters, cuja emissora oficial é a Freeform, mas tem na Netflix. Só vi a primeira temporada e achei bem meia boca.

Postar um comentário

17 Comentários

  1. Amo tags! Agora, deixa eu te contar que não tenho nenhum dos livros mencionados!
    Já assisti várias vezes o filme Te Amarei Para Sempre, mas não sabia que era baseado em um livro.

    ResponderExcluir
  2. Sou fascinada por Tags! Pois além de pegar ótimas indicações tanto a favor como contra, a gente fica sabendo um pouco sobre o gosto de cada pessoa que responde a uma!
    Adorei saber sobre esta edição esgotada. Confesso que não conhecia, mas deve ser um livro maravilhoso!!!
    Livros infantis eu tenho um tanto.rs a casa vive cheia de crianças e aquela coleção do Banco Itaú, tenho praticamente todos.
    Adorei!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que as tags são os tipos de posts/vídeos que eu mais gosto! É bem divertido e sai um pouco dessa rotina de resenha e mais resenha, né?
      Eu amo livros infantis, se eu pudesse lia só esse gênero. kkkkkkkkkkk

      Excluir
  3. Amooo tags!!!
    Não li nenhum desses livros que você mencionou!
    Vou responder:
    1. Dora Fantasmagórica
    2. Inventei Você? (Não entendi o final) 3.Quando A Bela Domou a Fera (baseado no conto de fadas)
    4. Não terminei por motivos da editora não ter lançado o último livro da série de Sylvain Reinard (Perdição em Roma)
    5. O Nariz e Outras Crônicas de Luís Fernando Verissimo
    6. Whitney, Meu Amor.
    7. Meg Cabbot na série Tamanho Não É...
    8. Jumanji
    9.Vou ficar devendo essa resposta
    10. A Muralha

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana,
    Vi essa TAG em vários canais literários e adorei, mas esse é primeiro blog que vejo a respondendo. Sabe que não tenho nenhum livro infantil, o que é uma pena, pois acho que são histórias tão gostosas de ler e O Touro Ferdinando é bem famosinha, mas só fui saber que se tratada de uma história infantil quando lançaram o filme. O que mais tenho em minha coleção são séries que não finalizei, mas que quero concluir (algum dia...hehehe). Os livros que tenho em edição de bolso comprei sem saber que eram nesse formato (O morro dos ventos uivantes e Orgulho e Preconceito), pois não fazia muito tempo que havia começado no universo literário e não prestava muita atenção a detalhes, como edição, quando fazia as compras. Eu tenho os livros do Harry Potter e adoro a escrita da J.K., só não tenho nenhum livro seu usando o pseudônimo. Mas tenho outros livros onde os autores usaram pseudônimos como a trilogia Inferno de Gabriel e Bom dia Verônica. Acho que todo o leitor tem algum livro adaptado para TV e meus favoritos são Objetos Cortantes e Pequenas Grandes Mentiras, tanto os livros quanto as adaptações são maravilhosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gislaine!
      Livros infantis eu tenho um bocado, mas coloquei O Touro Ferdinando porque é o mais recente.
      Sobre séries, tenho tentado evitar justamente porque eu raramente consigo finalizar alguma, aí quando consigo, o autor vai lá e lança mais 500 livros. Não dá bicho.

      Excluir
  5. Nossa, estava olhando as tags que eu salvei para responder, e essa foi a mais original que vi.
    Imagino que seja legal procurar os livros e perceber se tem, ou não.
    Dos que citou, só tenho A fúria e a aurora, e é um livro que amo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ana!!
    Adoro tags e já assisti alguns booktubes respondendo essa Tag "Você Tem Esse Livro?" Respondendo a tag:
    1. Você tem um livro infantil?
    - O Mágico de Oz
    2. Você tem um livro que você não entendeu?
    - Sinceramente não lembro.
    3. Você tem um livro baseado em outra história fictícia?
    - Não.
    4. Você tem uma série que não finalizou?
    - Os Legados de Lorien, pretendo terminar ainda esse ano os dois últimos livros da série.
    5. Você tem um livro esgotado?
    - Não.
    6. Você tem um livro em edição de bolso?
    - O colecionador de ossos.
    7. Você tem um livro escrito por um autor usando um pseudônimo?
    - Não tenho.
    8. Você tem um livro ilustrado?
    - Alice no País das Maravilhas.
    9. Você tem um livro que nunca ouviu falar antes?
    - Tão mais bonita.
    10. Você tem um livro que foi adaptado pela tv?
    - Cidade dos Ossos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá, Ana
    Adoro ver posts com TAGs. Essa é bem criativa! E ainda tem a parte 2.
    Dos livros citados li só Harry Potter e a pedra filosofal, mas quero muito ter a coleção das edições ilustradas. Elas são maravilhosas.
    Sobre Instrumentos Mortais tenho os livros 1 e 2 vou começar a ler assim que comprar os que faltam.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu sonho de princesa é completar essa coleção de Harry Potter, mas pq tão caros os livros? Na vdd não é caro levando em consideração as edições né, mas acho que você entendeu.

      Excluir
  8. Que graça essa tag. Nem sabia de um livro do Touro Ferdinando, que lindinho! Quero ver mais dele. Livro que não entendeu foi bem legal colocar esse por ser mais recente né, ele parece ter muita coisa bem doida mesmo. Li mil e uma noites e só posso dizer que esse livro da fúria acaba sendo melhor. É muita história e fica muito cansativo de ler aquele outro. Esse focou na personagem e deu uma história linda pra ela. Série não finalizada, essa do Martin nem ele finaliza, imagina a gente xD Mas li até o ultimo da série. As coisas ficam boas até o livro 3, depois complica... AMOOOO esse da mulher do viajante! É uma trama linda, filme lindo, livro lindo e queria que todos lessem. Nem sabia que tava ruim de achar assim... Edição de bolso é quase impossível não ter. Não conhecia esse. Livro que a gente nunca ouviu falar é bem fácil de achar né?! Esse também nao conheço. E os adaptados são um troço porque a gente tem o livro e espera demais pela adaptação. Esse é um bom exemplo disso. Amo os livros e esse universo, mas não rolou nenhuma adaptação que ficasse tão legal quanto nos livros. Gostei de ter uma série deles e sinto falta agora que cancelaram porque é gostoso de ver, por mais meia boca que tenha sido xD

    ResponderExcluir
  9. Oiii ❤ Adorei essa tag! ❤
    Minhas respostas:
    1) Poesia de Bicicleta - Sérgio Caparelli
    2) Iracema - José de Alencar: entendi o livro no geral, mas acho que deixei muita coisa passar por não entender o vocabulário utilizado.
    3) Cinderela Pop - Paula Pimenta
    4) A Saga Crepúsculo, por incrível que pareça ainda não terminei Amanhecer.
    5) A primeira edição de O ladrão de Raios, do Rick Riordan.
    6) Dom Casmurro
    7) Eu sou o número quatro - Pittacus Lore
    8) Diário de um banana - Jeff Kinney
    9) Lua de Vinil - Oscar Pilagallo
    10) Jogos Vorazes - Suzanne Collins

    ResponderExcluir
  10. Olá! As minhas respostas:
    1) Tenho vários de contos de fadas.
    2) Não lembro de nenhum.
    3) Princesa das Águas - Paula Pimenta.
    4) Harry Potter. Só li o primeiro livro até agora.
    5) A Jóia - Amy Ewing. Não sei se está esgotado em outros sites/livrarias, mas onde eu costumo comprar livros está.
    6) Tenho a Trilogia Fronteiras do Universo em edição de bolso.
    7) O Chamado do Cuco - Robert Galbraith
    8) Infelizmente não tenho nenhum livro ilustrado.
    9) Sangue Fresco - João Carlos Marinho.
    10) O ladrão de Raios - Rick Riordan.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Eu também adoro TAGs. Adorei seus livros. Li A Mulher do Viajante no Tempo, é um livro incrível.
    Agora vou responder a TAG também:

    1 - Livro infantil: O Grande Ivan - Katherine Applegate
    2 - Livro que não entendeu: Se li um que não entendi, não tenho mais, já passei pra frente.
    3 - Livro baseado em outra história fictícia: Atrás do Espelho - A. G. Haward (uma história mais dark de Alice no País das Maravilhas, esse é o segundo livro)
    4 - Série que não finalizou: Instrumentos Mortais - Cassandra Clare (ainda tenho os livros 3 em diante para ler, todos na estante).
    5 - Livro esgotado: acho que não tenho.
    6 - Livro edição de bolso: Cabul no inverno - Ann Jones
    7 - Livro ilustrado: Boneca de ossos - Holly Black (tem diversas ilustrações durante a estória).
    8 - Livro que nunca ouviu falar antes: Sashenka - Simon Sebag Montefiore (encontrei no sebo e gostei da capa, comprei).
    9 - Livro adaptado para a TV: The walking dead, a ascensão do governador - Robert Kirkman e Jay Bonansinga (não assisti a série toda e nem li os livros ainda).

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Amo tag, principalmente adoro ver as resposta de todos..Eu não sei como responderia porque algumas perguntas não tenho na estante mas quem sabe um dia né..Ah, alguns livros que você colocou é incrível..Eu amo os Instrumentos mortais não li todo os livros mas já sou bem apaixonada.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  13. Adorei essa sua tag e com certeza me identifiquei com alguns livros mas eu vou responder a tag de acordo com o meu gosto pessoal

    1 - Livro infantil: Matilda
    2 - Livro que não entendeu: (Não tem)
    3 - Livro baseado em outra história fictícia: Dorothy Tem Que Morrer- Danielle Paige lversão meio Dark do conto original do Mágico de Oz)
    4 - Série que não finalizou: Outlander
    5 - Livro esgotado: Não tenho.
    6 - Livro edição de bolso: Jane Auste - Orgulho e Preconceito
    7 - Livro ilustrado: caçador de trolls - Guilherme del Toro
    8 - Livro que nunca ouviu falar antes: O Diário de samsara
    9 - Livro adaptado para a TV: Deuses americanos - Neil Gaiman

    ResponderExcluir
  14. Adorei a tag e li vários desses:
    A guerra dos tronos, O touro Ferdinando, A fúria e a aurora, Harry Potter e As Boas mulheres da China.
    Bjs

    ResponderExcluir